Notícias

Festa com cerca de 500 pessoas é fechada durante o fim de semana, em Cascavel

Evento aconteceu em um evento no Bairro Cataratas; Seis estabelecimentos foram lacrados na cidade

Aline
Aline Cristina / Repórter
Festa com cerca de 500 pessoas é fechada durante o fim de semana, em Cascavel
(Foto: reprodução redes sociais)

24 de maio de 2021 - 12:44 - Atualizado em 24 de maio de 2021 - 12:50

Uma festa clandestina realizada durante o fim de semana com cerca de 500 pessoas, em Cascavel, virou caso de polícia. O evento foi realizado durante a pandemia de Covid-19, onde 99% dos leitos estão ocupados.

A casa de eventos localizada às margens da BR-369, no Bairro Cataratas, foi denunciada para a polícia no começo da noite de sábado (22). Juntamente com equipes de fiscalização da prefeitura, da Defesa Civil e da Guarda Municipal, o evento foi finalizado.

Várias pessoas foram flagradas dançando e consumindo bebidas alcoólicas, sem o uso de máscaras. Além disso, o local estava repleto de pessoas circulando de um lado para o outro, o que é proibido no artigo 4B, do decreto 16077, que está em vigor na cidade.

Segundo apurado, o local não possui autorização para a realização de eventos. Não há informação do número exato de pessoas que estavam no estabelecimento, pois não havia controle por bilhetes ou tickets de entrada e saída. O responsável pela festa foi levado para o fórum da cidade e assinou termo circunstanciado.

Em reunião na manhã desta segunda-feira (24), na prefeitura municipal da cidade, os órgãos responsáveis pela fiscalização na cidade informaram que pelo menos seis empresas foram lacradas em função do descumprimento do decreto, além disso 19 locais foram notificados. Quatro estabelecimentos serão fechados por sete dias e outros dois lacrados por 15 dias, como explicou o coordenador do comitê de crise, Thiago Stefanello.

“ São pelo menos seis estabelecimentos, em Cascavel, que estão sendo lacrados por descumprirem o decreto que está em vigor. No caso deste da BR 369, o local é reincidente, por esse motivo também será aplicada uma multa que varia de R$ 4 mil até R$ 40 mil. O caso também será encaminhado ao Ministério Público, para que sejam adotadas as medidas necessárias contra o crime de saúde pública.”

Thiago Stefanello – coordenador do comitê de crise

Atualmente existem na região Oeste 82 pessoas aguardando por leitos de UTI e 75 pessoas aguardando uma vaga na enfermaria. A aglomeração do fim de semana preocupa as autoridades de saúde.

“ As aglomerações vistas em Cascavel e na região, é exatamente o que não precisamos no momento. Atualmente estamos com sobrecargas de leitos no sistema de saúde. Aquelas regras tão propagadas e ditas durante o ano, devem ser intensificadas, o poder público deve fazer o que fez durante o fim de semana, fechando e multando esses locais.”

Rodrigo Nicácio, médico do Consamu

O município continua seguindo o decreto sem atualização, festas ou eventos clandestinos devem ser denunciados pelos telefones 190 e 153.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.