Notícias

Familiares acreditam que idosa foi assassinada em Pontal do Paraná

Mulher foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros em alto mar, porém, não resistiu 

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações da RIC Record TV, Curitiba
Familiares acreditam que idosa foi assassinada em Pontal do Paraná
(FOTO: ARQUIVO PESSOAL)

15 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:56

A polícia segue investigando a morte de Katia Regina Maceno, de 63 anos. A mulher foi encontrada se afogando em Pontal do Paraná, no litoral do estado, na tarde desta sexta-feira (14). A princípio o caso estava sendo investigado como afogamento, porém, existe a suspeita de homicídio. Familiares revelaram neste sábado (15) que a vítima apresentava ferimentos na cabeça e orelha, além de marcas de asfixia no pescoço.

O corpo de Katia Regina, que era professora no litoral, será sepultado neste sábado (15), às 17h, no Cemitério Paroquial Santa Cândida, em Curitiba.

Idosa é encontrada morta no litoral

Agentes do Corpo de Bombeiro tentaram reanimar Katia Regina na areia de Pontal do Paraná, entretanto, a idosa não resistiu e uma hora e meia depois morreu. Segundo familiares, a mulher foi vítima de um homicídio.

Os parentes da Kátia revelaram que na tarde desta sexta-feira (14) a mulher saiu de bicicleta com o marido. Enquanto ele foi pescar ela aproveitou para dar uma volta pela praia.

No momento que o marido pescava, o homem percebeu uma aglomeração na areia e se aproximou para ajudar, quando viu era sua esposa, Katia Regina. A mulher foi encontrada no mar se afogando. Testemunhas revelaram que viram um homem saindo da água pouco antes dela ser resgatada.

Até o momento a polícia não revelou novos detalhes sobre a ocorrência.

Idosa é sepultada em Curitiba

Katia Regina era professora e atualmente estava dando aulas no litoral do estado. De acordo familiares, a mulher escolheu a praia pois era um lugar ‘mais tranquilo’ para viver. Acompanhada do marido, a vítima deixou a cidade de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, para atuar no litoral.

Neste sábado (15) muita comoção tomou conta do velório da professora. Alunos e colegas de trabalho marcaram presença e se solidarizaram com a família. 

Confira imagens do momento do resgate: