Notícias

EXCLUSIVO: “Todos com 18 anos ou mais deverão ser vacinados até dezembro”, diz Ratinho Jr

Governador Ratinho Junior concede entrevista exclusiva para o portal RIC Mais e comenta sobre economia, política e vacinação. Segundo ele, aqueles que tem 18 anos ou mais deverão ser vacinados ainda este ano no Estado

Wilame
Wilame Prado / Repórter
EXCLUSIVO: “Todos com 18 anos ou mais deverão ser vacinados até dezembro”, diz Ratinho Jr
Ratinho Junior durante entrevista exclusiva para o portal RIC Mais. (FOTO: Kátia Scanferla / RIC Record TV Maringá)

10 de maio de 2021 - 13:24 - Atualizado em 10 de maio de 2021 - 13:24

O Governador do Paraná, Ratinho Junior, esteve em Maringá na manhã desta segunda-feira (10) para anunciar obras de infraestrutura, como o projeto do trevo do Catuaí, e R$ 13 milhões em pavimentação asfáltica em diversas ruas e avenidas.

Acompanhado do secretário do Estado da Saúde, Beto Preto, o governador visitou a redação da RIC Record TV Maringá, onde concedeu uma entrevista exclusiva para o portal RIC Mais. Temas como a retomada econômica, a vacinação contra covid-19 para todos os paranaenses e o cenário político do ano que vem foram comentados por Ratinho Junior.

RIC Mais – Governador, já podemos falar em estratégias para o pós-pandemia envolvendo os setores econômicos?
Ratinho Junior – Estamos tratando a economia em paralelo com a saúde. Desde o ano passado, criamos um projeto chamado “Recupera Paraná”, que cria uma série de linha para diversos setores produtivos, começando pelo Microempreendedor Individual (MEI) até as grandes cooperativas e em especial também o setor de turismo.

Conquistamos um recurso grande do Fungetur, do Ministério do Turismo, para dar capital de giro e também dar fôlego para esse pessoal que sofreu mais na questão da pandemia. 

Paralelamente a isso, trabalhamos no sentido de gerar emprego por meio de nossa infraestrutura, com obras de grande impacto, e também indo atrás de empresas que queiram vir para o Paraná.

Só o fato de a gente estar fazendo um governo que está desburocratizando, que está modernizando a máquina, isso acaba gerando muitos investimentos vindos para o Paraná. 

Vou dar um exemplo: semana passada, conversei com o presidente da Gerdau Aços, que anunciou entrada no Paraná, mais precisamente em Araucária, onde serão gerados 300 empregos diretos e 2 mil empregos indiretos em uma indústria de aço. Além disso, temos conversas com a Sadia / BRF, que conta com quatro plantas que serão ampliadas no Estado do Paraná, além da Klabin, que está com R$ 2,6 bilhões em investimentos a serem realizados nos próximos meses. Isso são apenas exemplos de negócios fechados em apenas uma semana.

Os dados do Caged também são importantes, que nos trouxeram o número de 80 mil novos empregos gerados no primeiro trimestre deste ano em nosso Estado. Essa vocação do empreendedorismo, da vontade de trabalhar, é característico do paranaense.

RIC Mais – Até o fim do ano de 2021, o paranaense estará vacinado contra a covid-19?
Ratinho Junior – É o que estamos trabalhando com o Governo Federal, via Ministério da Saúde, para chegar com todos os paranaenses acima dos 18 anos vacinados até o mês de dezembro. E a escala diária da Fiocruz de vacinas tem nos animado neste sentido. E, conforme o nosso secretário Beto Preto nos informa, é importante atingirmos a meta de todos os que estejam no grupo prioritário vacinados até 30 de junho, totalizando a vacinação de pelo menos 4.080 milhões de pessoas. Se conseguirmos avançar neste sentido, as metas para dezembro serão atingidas.

RIC Mais – Hoje, o senhor anunciou obras para o setor de infraestrutura. O planejamento é pensado em Maringá realmente como um dos principais polos regionais do Estado?
Ratinho Junior – Sem dúvida. Maringá é muito vocacionada ao setor de serviços, destacando-se no Estado, o que acaba impulsionando também toda a região. As obras que estamos trazendo para Maringá beneficia a cidade, mas beneficia toda a região também. 

O que aconteceu historicamente é que Maringá sempre teve bons investimentos, mas o Estado como um todo não acabou pensando na forma macro regional. O que estamos fazendo agora é pensar de forma regional. Então, quando a gente faz o investimento, por exemplo, da duplicação entre Maringá e Iguaraçu, é pensando também em melhorar toda uma artéria de desenvolvimento da região. Os investimentos são importantes também para a atração de novas indústrias: onde tem duplicação, a logística melhora e tem mais investimento, isso é certo.

Gostaria de citar as obras também na PR-323, que certamente atenderá uma questão crucial de segurança para os motoristas, e também vai estimular a criação de um novo polo de desenvolvimento na região Noroeste do Paraná.

RIC Mais – Por fim, governador, embora ainda seja cedo falar em eleições 2022, poderíamos pensar no prefeito Ulisses Maia como candidato a vice-governador na sua chapa, ou então pensar no nome do senhor como vice-presidente da República?
Ratinho Junior – Não, eu quero ajudar o Brasil através do Paraná. Agora, tratando das nossas questões aqui do Estado, podemos dizer que o Ulisses (Maia) é um nome relevante, tem feito uma boa gestão, Maringá é uma cidade que realmente tem uma força política muito grande, mas ainda está muito longe e temos que vencer desafios. Quais são eles? Passar a pandemia, recuperar a economia do Estado, entregar todas essas obras importantes e depois fazer uma análise política. Mas, claro, que ele [Ulisses Maia] é um nome que realmente tem muito peso.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.