Coronavírus

“Esse vírus não é migué”, lista reproduz orientações sobre o coronavírus com o jeito curitibano de falar

Lucas
Lucas Sarzi
“Esse vírus não é migué”, lista reproduz orientações sobre o coronavírus com o jeito curitibano de falar
Foto: Ilustrativa/GettyImages.

21 de março de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:51

Que o novo coronavírus tem assustado e muito a gente, não é novidade nenhuma. Mas manter a calma e, na medida do possível, o bom-humor também faz parte de conduzir a situação com o máximo de responsabilidade possível.

Em Curitiba, uma lista bem diferente de orientações tem circulado. Além de passar o recado necessário, tem feito com que pelo menos os curitibanos (que talvez sejam os únicos que vão entender o que é dito) soltem algumas risadas.

Coronavírus: Boas notícias sobre a epidemia que assola o mundo

A lista é uma adaptação para a forma que falamos em Curitiba. Por isso, não é algo que fuja do padrão de indicar as orientações corretas sobre o novo coronavírus. Veja:

Dicas para os curitibanos:

1 – Esse vírus não é migué. Se você estiver ranhento, com febre e falta de ar, apure e ligue pro (41) 3350-9000 ou procure uma unidade de saúde mais próxima;

2 – Esse vírus é xarope e não morre com tubão e leitE quentE. Use apenas álcool gel ou lave as mãos com sabão;

3 – Comer chineque com vina e mimosa não aumenta a imunidade;

4 – Só use máscara se estiver pestiado, não seja bocó;

5 – Se precisar ir ao mercado, vá no galeto! Mas não seja lazarento, compre somente o essencial;

6 – Não seja loque de ficar na rua com a tigrada, pois agora é de fato a hora de ser um piá de prédio;

7 – Não compartilhe o penal, seu tongo;

8 – Alguns serão arregados, pois ganharam folga no trampo e vão ficar de varde em casa todo remelento;

8 – Deixe a reunião com a piazada pra quando tudo estiver susse;

9 – Não vá pro Barigui tomar béra, gasosa ou lagartear. Essa tal de quarentena não é férias seu jacu do mato.

10 – Não vá descer pra Matinhos colocar uma berma e ir pra praia seu pia do djanho;

11 – Não largue os bets, seu jaguara, juntos podemos combater esse vírus!