Notícias

Esposa de motoboy cola bilhete na bolsa do marido para conscientizar motoristas no trânsito

O objetivo da ideia era conscientizar os motoristas cascavelenses de que Claudinei tinha uma família o esperando no fim do expediente

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com informações da RIC Record TV
Esposa de motoboy cola bilhete na bolsa do marido para conscientizar motoristas no trânsito
Esposa de motoboy cola bilhete na bolsa do marido para conscientizar motoristas no trânsito (Foto RIC Record TV)

1 de junho de 2021 - 17:20 - Atualizado em 1 de junho de 2021 - 17:20

Com a pandemia, o número de motoboys no trânsito aumentou significativamente, assim como o risco de acidentes sofridos por eles. Diante do perigo constante, a esposa do motoboy Claudinei do Carmo, Marejane Mayer, escreveu um bilhete a mão e colou na bolsa do marido: “cuidado, meu papai”.

Segundo a dona de casa, o objetivo era conscientizar outros motoristas de que Claudinei, assim como todos, também tem alguém a quem voltar no fim do expediente, no caso dele: ela e a filha do casal, Laura, de apenas um ano.

“Muitas vezes eu penso: “Será que meu marido vai voltar bem? Como será que ele tá? Porque muitas vezes eu mando mensagem para ele e ele não pode responder na hora, muitas vezes fico com o coração na mão”,

explica Marejane.

Mesmo Claudinei trabalhando como motoboy todos os dias e mantendo a mesma rotina diariamente – ele se arruma, recebe a caixa de entrega das mãos da esposa, se despede dela e de sua filha, e logo em seguida segue rumo as ruas de Cascavel, no interior do Paraná – o motoboy não esconde que o medo sempre o acompanha.

“A gente que trabalha com moto [o que] agrava a situação na verdade é a pessoa que consome bebida alcoólica e pega seu carro, sua moto. Saí da balada e acaba [causando] uma tragédia”

desabada Claudinei.

Amor que transborda

O casal se conheceu na cidade de Cianorte, no noroeste do Paraná. Os dois estão juntos há 8 anos e, desde 2019, moram em Cascavel. Logo que se mudaram para a cidade, veio o primeiro fruto do relacionamento, a pequena Laura, que ainda está aprendendo a dar os primeiros passos.

Apesar da simplicidade e a correria do dia a dia, o amor sempre predominou nesta família.

“Através dele vem o pão de cada dia. Eu sempre agradeço ele, falo pra ele que eu o amo muito e para ele se cuidar. E a mensagem que escrevi foi para as pessoas terem mais consciência, porque a gente vê cada fatalidade hoje em dia, tá difícil”.

finaliza Marejane.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.