Especiais Publicitários

Covid-19: Saúde orienta as igrejas para os cuidados no dia de Finados

Comissão técnica da Secretaria de Saúde apresentou o perfil de casos confirmados da doença para líderes religiosos de várias denominações

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Covid-19: Saúde orienta as igrejas para os cuidados no dia de Finados

30 de setembro de 2020 - 18:05 - Atualizado em 6 de outubro de 2020 - 19:53

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, a Secretaria de Saúde de Toledo (SMS) convidou representantes de várias igrejas do município para tratar de assuntos relacionados a pandemia do novo coronavírus e sobre as atividades e celebrações relacionadas ao Dia de Finados, celebrado em 2 de novembro. Na ocasião, a equipe técnica da pasta apresentou o perfil dos casos confirmados da Covid-19 para os líderes religiosos e também sanou as dúvidas destes – também foram relatadas situações vivenciadas nas comunidades religiosas.

O tipo de transmissão comunitária, aquele que não é possível identificar qual é necessariamente a origem do contágio, é uma das principais formas de contaminação (46%). Esse e tantos outros dados foram apresentados durante a reunião demonstrando, principalmente, a preocupação com o público idoso.

Atualmente, apesar de não representar a maior fatia de pessoas contaminadas, o público com idade superior a 60 anos é o que mais evoluiu para óbitos durante a pandemia. Hoje a média de idade, se considerados os 63 óbitos de Toledo, é de 67,2 anos.

Encaminhamentos

Após debaterem o tema, chegou-se ao consenso de que é necessário cuidar dos idosos. As sugestões levantadas foram no sentido de evitar aglomerações e incentivá-los a não abrirem mão de visitar o túmulo de familiares nos cemitérios, mas, sim, utilizar os dias que antecedem o feriado ou os seguintes.

O vigário-geral da Diocese de Toledo, padre Hélio Bamberg, elogiou o trabalho realizado pelos técnicos do município e disse que pretendem adotar todas as medidas de segurança que forem orientadas pelo poder público. O pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Marcos Aurélio da Costa Freires, disse que “nós que pregamos o amor também devemos neste momento proteger nossos idosos, nossas crianças e as pessoas que amamos”.

A Secretária de Saúde, Denise Liell, acrescentou que este momento foi importante também para trabalhar a necessidade de cuidados com os diversos públicos, em especial crianças e idosos, e que o papel dos líderes religiosos é de fundamental importância no sentido de colaborar com as informações e práticas corretas. “Essa reunião faz parte de uma estratégia que estamos adotando desde o início de agosto para ampliar as informações importantes e fazer com que elas cheguem até os grupos da terceira idade”, avalia.

Além de técnicos da Secretaria Municipal de Saúde, participaram da reunião representantes das igrejas Católica, Adventista do Sétimo Dia, Assembleia de Deus, Luterana do Brasil, Livre de Toledo, Irmãos Menonitas, Associação de Ministros Evangélicos de Toledo (AME).

selo_ricmais_publis