Especiais Publicitários

Covid-19 pode se manifestar por 15 sintomas diferentes

Levantamento dos analistas alertam sobre as várias formas de manifestação da Covid-19, conforme estudo dos casos positivos de Toledo

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Covid-19 pode se manifestar por 15 sintomas diferentes

25 de setembro de 2020 - 14:55 - Atualizado em 6 de outubro de 2020 - 19:53

Se no começo da pandemia do novo coronavírus a população tinha que estar atenta para a manifestação de um pequeno combinado de sintomas gripais, agora está cada vez mais difícil identificar um padrão dos pacientes sintomáticos. 

Baseados nos dados do Sistema de Informação de Vigilância da Gripe (Sivep-Gripe) e Sistema Notifica Covid, o grupo técnico de análise da Secretaria Municipal de Saúde identificou a frequência de 15 sintomas diferentes nos casos confirmados de Covid-19 em Toledo até o dia 31 de agosto de 2020. 

“No momento temos uma prevalência importante de dor de cabeça, de alteração do olfato e do paladar. Isso está se tornando cada vez mais marcante em detrimento dos outros sintomas. Não conhecemos outra infecção viral que apresenta esses sintomas, que eram, a princípio, praticamente especulativos. Agora são conhecidos como sintomas clássicos de Covid-19: a anosmia, que é alteração do olfato; e ageusia, que é a alteração do paladar”, relata a médica da equipe técnica do Centro de Operações Emergenciais (COE), Gabriela Kucharski. 

De acordo com a médica, atualmente nem metade dos pacientes apresentam febre, sintoma que ela não identifica mais como obrigatório para formar um diagnóstico de Covid-19. Às vezes, ela está presente, mas a ausência não descarta que seja Covid-19.  

“Nós temos as mais variadas combinações de sintomas e quadros sintomáticos. A pessoa tanto pode apresentar um quadro respiratório clássico, com tosse, coriza e congestão nasal, quanto pode apresentar um quadro não tão clássico, com diarreia,  alteração do olfato e paladar, e dor no corpo. Muitas vezes o coronavírus vai aparecer muito mais com uma doença sistêmica, mais uma virose como as pessoas chamam popularmente do que de fato com uma gripe”, explicou Gabriela. 

Ela acrescenta que esta classificação de um quadro típico de outro atípico depende muito dos sintomas que a pessoa vai ter. “A Covid-19 enquadra-se como doença respiratória, mas é importante salientar que nem sempre o sintoma respiratório vai estar presente”, frisa. 

Sintomas

As pessoas com diagnóstico positivo para o novo coronavírus apresentaram, até o momento, estes sintomas: febre, tosse, cefaleia (dor de cabeça), mialgia (dor muscular), dor de garganta, dispneia (falta de ar e dificuldade de respirar), coriza (nariz escorrendo), anosmia (alteração do olfato), congestão nasal, ageusia (alteração do paladar), diarreia, náuseas e vômitos, dor retro-orbital, astenia (perda ou diminuição da força física) e adinamia (grande fraqueza muscular, prostração). 

Com um leque mais aberto de possibilidades, os profissionais de saúde orientam a procurar atendimento médico quando houver alguma combinação desses fatores relacionados. Recomenda-se que as pessoas com alguns destes sintomas, antes de buscar este tipo de suporte, entrem em contato com o TeleCorona pelo número (45) 3055-8872. 

selo_ricmais_publis

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.