Notícias

Enfermeira de 54 anos do Hospital Emílio Ribas será primeira vacinada contra Covid-19, diz governo de SP

Reuters
Reuters
Enfermeira de 54 anos do Hospital Emílio Ribas será primeira vacinada contra Covid-19, diz governo de SP
Enfermeira Mônica Calazans

17 de janeiro de 2021 - 15:29 - Atualizado em 17 de janeiro de 2021 - 15:30

SÃO PAULO (Reuters) – A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos e que atua no Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, será a primeira vacinada contra Covid-19 no Brasil depois de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da CoronaVac, imunizante do laboratório chinês Sinovac, informou o governo do Estado de São Paulo neste domingo.

Mônica é negra e enfermeira da linha de frente no combate à pandemia e atua na UTI da unidade que, segundo comunicado, hoje possui 60 leitos e desde abril mantém mais de 90% de taxa de ocupação.

A vacinação da enfermeira será acompanhada pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse a assessoria do governo paulista. Mônica Calazans foi uma das voluntárias nos testes clínicos da CoronaVac no Brasil, e a escolha para ser a primeira a receber vacina indica que ela recebeu um placebo no estudo.

(Por Leonardo Benassatto e Amanda Perobelli; Reportagem adicional de Eduardo Simões)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0G0EG-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.