Notícias

Empresa de roçada contratada pela Prefeitura de Maringá desaparece sem pagar salários

Os 27 trabalhadores que estão sem receber salários protestaram, na manhã deste sábado (24), em frente ao Sindicato dos Empregados das Empresas de Asseio e Conservação de Maringá

Wilame
Wilame Prado / Repórter com informações de Adriana Cardoso, da RIC Record TV Maringá
Empresa de roçada contratada pela Prefeitura de Maringá desaparece sem pagar salários
Trabalhadores protestando em frente à sede do sindicato: 15 dias sem receber salário. (FOTO: RIC Record TV)

24 de abril de 2021 - 13:42 - Atualizado em 24 de abril de 2021 - 13:42

Um protesto aconteceu na manhã deste sábado (24) em frente ao Sindicato dos Empregados das Empresas de Asseio e Conservação de Maringá (Siemaco), na Zona 8 da cidade. Trabalhadores reivindicam atraso de salários e desaparecimento de uma empresa que teria sido terceirizada pela Prefeitura de Maringá para realização de serviços de roçadas na cidade.

LEIA TAMBÉM: COVID-19: MARINGÁ TERÁ NOVO PONTO DE VACINAÇÃO VIA DRIVE-THRU NA PRÓXIMA SEMANA

No total, são 27 funcionários que estão há pelos menos 15 dias sem receber salário e também o vale-alimentação. Eles foram contratados em fevereiro deste ano por uma empresa que dizia ter sede no Estado de São Paulo (SP). 

Rogério Coutinho, presidente do Siemaco, diz contar com o apoio da Prefeitura de Maringá e da justiça para resolver a situação.

“O sindicato vai fazer o levantamento do valor da dívida da terceirizada para com os 27 colaboradores de Maringá, que provavelmente nem sequer tiveram o registro na carteira de trabalho”,

lamenta Coutinho.

A reportagem comunicou o ocorrido à Prefeitura de Maringá, por meio da Diretoria de Comunicação, e aguarda um posicionamento do secretário de Limpeza Urbana de Maringá, Paulo Gustavo Ribas.