2 de agosto de 2021 - 17:05

Atualizado em 2 de agosto de 2021 - 17:05

Laboratório investe R$3 milhões e comemora marca de 750 mil exames mês

Por Willian Bressan

Laboratório investe R$3 milhões e comemora marca de 750 mil exames mês

Com 63 unidades de coleta em diferentes bairros de Curitiba, além da Região Metropolitana, Litoral do Paraná, Ponta Grossa e Rio Branco do Sul, o LANAC – Laboratório de Análises Clínicas comemora em agosto deste ano, 30 anos de atuação. No primeiro ano de funcionamento, a empresa realizava 1.500 exames por mês. Hoje, com crescimento de 10% no primeiro semestre do ano, bate a marca de 750 mil exames mensais.

Em junho, o LANAC investiu R$3 milhões para a aquisição do Maldi Biotyper Sirius, equipamento capaz de identificar bactérias e fungos causadores de infecções em 20 segundos, com 95% de assertividade. Antes, esse prazo era de 24 a 72h, com assertividade de 75%. É a primeira unidade do equipamento presente em toda a América Latina, que será instalado na sede central em agosto.

Ainda este mês, o laboratório iniciou atendimento ao Hospital Paranaguá. O LANAC hoje é responsável também pelo atendimento ambulatorial, hospitalar e pronto atendimento de outros oito hospitais do Paraná: Hospital das Nações, Hospital Pilar, Instituto de Neurologia de Curitiba – Hospital INC, Hospital do Rocio, Hospital Vita Curitiba, Hospital Vita Batel, Santa Casa de Curitiba e Hospital da Cruz Vermelha Curitiba, prestando atendimento de urgências e emergências.

O investimento em modernidade, tecnologia e inovação sempre norteou as ações da empresa. Com o slogan “Tem sempre um LANAC perto de você”, a estratégia de crescimento foi expandir os postos de coleta e estar presente em todos os cantos da cidade. “Nosso foco é um atendimento mais próximo e exclusivo. Mesmo com o crescimento nesses anos, e nossas 63 unidades de coleta, conseguimos estar perto dos clientes, tirar dúvidas, atender qualquer demanda médica e oferecer atendimento personalizado”, afirma o sócio-diretor da empresa, Marcos Kozlowski. As bioquímicas Talita e Elisete Sabedotti também estão à frente do laboratório.

Mesmo com a pandemia da COVID-19, que nos primeiros meses trouxe a redução de 70% na demanda da empresa, o LANAC manteve seus mais de 500 colaboradores e buscou testes para o coronavírus que trouxesse segurança e maior assertividade, atuando com o sorológico, RT-PCR e o antígeno. “Entre junho e setembro do ano passado, fizemos em média 6.600 testes mensais para COVID. De outubro a dezembro, registramos aumento de 50% no número de exames, chegando a 10 mil testes realizados em dezembro, entre sorológicos e RT-PCR. O último, é realizado em parceria com o Genoprimer, laboratório especialista em diagnóstico molecular”, afirma Kozlowski.

No ano passado, adquiriu o Cobas E 801, equipamento capaz de duplicar a capacidade de testes de imunologia sem aumentar a necessidade de espaço físico. Fabricado pela Roche e aprovado pela ANVISA, o equipamento realiza mais de 1.200 exames por hora, entre eles os testes sorológicos da COVID-19, exames de doenças infecciosas e hormônios. “A alta da demanda pela testagem da doença garantiu que passássemos pela pandemia sem diminuir o quadro de colaboradores. No primeiro semestre deste ano, fizemos ainda mais de 80 contratações”, conta.

Em 2010, com investimento aproximado de R$3 milhões, inaugurou sua sede central, na Rua Itupava, 998: com 1.200 m², é o maior centro de análises clínicas de Curitiba. Em 2017, reproduziu a sede central em um amplo espaço no litoral do Paraná, em Paranaguá, e nos últimos três anos, inaugurou unidades em Morretes, Antonina, Praia de Leste, Pontal do Paraná e Guaratuba.

A empresa selecionou pessoas e empresas locais para comemorar seus 30 anos. A arte comemorativa foi feita pela artista plástica curitibana Katheriny Mendes e o espumante é da vinícola Araucária, também local. “Temos muito orgulho da nossa trajetória, como empresa 100% paranaense. A expectativa é fechar 2021 com crescimento de 8%, e mais de 50 colaboradores”, finaliza Kozlowski.