23 de fevereiro de 2021 - 23:10

Atualizado em 24 de fevereiro de 2021 - 16:08

Jockey Plaza é o shopping do país com melhor engajamento nas redes sociais

Por Willian Bressan

Jockey Plaza é o shopping do país com melhor engajamento nas redes sociais
A equipe responsável pelo sucesso do Jockey Plaza Shopping nas redes sociais: Fernanda Hickson, Michelle Cirqueira, Jonathan Staben e Wellington Duarte.

O shopping mais novo da cidade, com menos de dois anos, ostenta a 3ª maior base de fãs de Curitiba e é o empreendimento com melhor média de engajamento do Brasil:  (1,81%) e já são quase 500 mil visualizações no Reels (ferramenta de vídeos criativos do Instagram). Os dados foram passados com exclusividade ao Blog do Bressan.

Além disso, o Jockey tem também a maior média de curtidas e comentários por post, com 1.195 e 106, respectivamente (dados de 09/02/2021 da plataforma We Find). Os números impressionam, ainda mais quando se descobre que tudo isso de forma orgânica, sem investimento em anúncios, bem diferente da praxe do mercado.

O segredo? Uma equipe antenada, uma gestão de redes sociais feita de forma interna, e muito trabalho, com uma estratégia pensada desde antes de o empreendimento do Grupo Tacla abrir as portas. A gerente de marketing, Michelle Cirqueira, conta que o Jockey é um shopping que nasceu digital e, que, mesmo antes de inaugurado fisicamente, ele já existia no meio social/online.

“Desta forma, existia e falava com uma fatia de público que já se interessava pelo que estava por vir, como empreendimento. Desde as primeiras publicações, despertando curiosidade do que vinha pela frente, o conteúdo foi criado internamente pela equipe de marketing. No desenho do plano de comunicação e posicionamento, criamos a “persona” do Jockey Plaza, como ele seria (personalidade), como ele se relacionaria com seu público, que tom usaria na comunicação”, detalha

Ciente de tudo que já se fazia no mercado, o Jockey sabia que era um plano ousado, mas houve um completo apoio e incentivo do grupo de empreendedores sobre a forma que seria o lançamento nas redes. Com isso, estava criado o “jeitão” do Jockey, “um shopping democrático por diversos aspectos, de alma jovem, descolado, brincalhão, que ri de si mesmo, que vê o lado bonito das coisas, que se envolve com os problemas do mundo, que só quer proporcionar alegria a todos, sem diferenças”, conta.

Post Top 1 de engajamento em 2020: conteúdo criado a partir da chuva de granizo que fez “nevar” em Curitiba. “Em meio a uma situação preocupante e que poderia se tornar uma crise, criamos um viral, com fotos que foram repostadas até por perfis de famosos nacionalmente. Nossa fachada estava em portais de notícias de todo o país e esta foi a publicação recorde, com mais de 45 mil pessoas alcançadas”, comemora Michelle.

Além de não investir em anúncios patrocinados, o Jockey também se destaca por fazer uma gestão interna dos conteúdos das redes sociais. A estratégia se mostra acertada: em 2020 foram mais de 180 mil curtidas em publicações nas redes sociais. Quando o resultado é comparado com três principais concorrentes, o Jockey aparece com quase 50 mil curtidas à frente do segundo colocado, de acordo com o Top Nine.

“Optamos por não terceirizar os conteúdos (alguns de campanhas são criados por agência a partir nosso briefing) nos assegura mostrar essa verdade em tempo real; nós vivemos o Jockey diariamente, sabemos quem é o colaborador da segurança que mais sorri, a plantinha da nossa floreira mais comentada pelos clientes, a hora que o sol de põe na praça de alimentação e faz o flare das fotos mais lindas, enfim… os conteúdos são mesmo orgânicos, as fotos feitas com celular e surgem a partir do dia a dia do shopping”, conta Michelle Cirqueira, gerente de marketing do Jockey.

Linguagem próxima e sincera

Um dos segredos de tanto sucesso é o jeito “gente como a gente” com que o Jockey se comunica com o público. A linguagem é de uma conversa amistosa: leve, descontraída, de alguém que conhece suas preferências e se expressa com emojis.

“Mesmo quando temos assuntos “mais chatos” para lidar, preferimos agir como o Jockey que é seu amigo, que sente, que se chateia e se entristece, que nem sempre acerta, que às vezes lamenta, como são mesmo todos os humanos! Foi sempre agindo como uma pessoa que o cliente conhece, que criamos proximidade e fidelidade, pois os seguidores não se sentem interagindo com uma conta comercial”, explica a gerente de marketing.

Fechamento no começo da pandemia

Um dos destaques no ano passado foi o post que comunicou ao público a suspensão das atividades, em função da pandemia de covid-19. O texto humano, próximo e sensível, fugiu do tradicional da concorrência.

A publicação foi recorde naquele ano, com mais de 6000 curtidas, próximo de 1.000 compartilhamentos e 45.000 pessoas alcançadas. “Realmente surpreendente para uma publicação sem nenhum incentivo financeiro. De tudo isso, a conclusão é unânime, isso é diferencial competitivo!”, afirma Michelle.

Fugimos do texto padrão, em que apenas citaríamos que o decreto municipal número “X” ordenou o fechamento dos shoppings. O Jockey não deu a notícia deste jeito. Tristes pelo momento que o mundo estava vivendo, dissemos: É hora de dar um tempo. A publicação teve um tom sincero, sem esforço para emocionar, mas que falou diretamente ao coração das pessoas. Sabíamos que mais que comunicar que as operações estavam suspensas, precisávamos dizer o que sentíamos naquele momento de ficar longe da nossa razão de existir, os clientes”, explica Michelle.

Sucesso também no TikTok

Perfis no Tik Tok com cantadas em anônimos viralizaram em diversas cidades. Em Curitiba, não foi diferente. O Tik Toker @_dioguinhoyt, conhecido como “garoto das cantadas” com mais de 593k de seguidores, gravou alguns vídeos divertidos no Jockey.

Enquanto alguns empreendimentos foram no sentido de proibir gravações do gênero, o Jockey optou por abraçar a novidade, desde que a brincadeira não seja desrespeitosa com clientes, colaboradores ou seguidores.

“O TikTok é uma nova plataforma que dita muitas tendências e tem alta penetração especialmente no público mais jovem, com qual temos muita afinidade. É por isso que recentemente criamos nosso perfil na plataforma e atualmente somos o único shopping da cidade a alimentar esta rede com publicações, algumas delas focados em humor, que faz muito sucesso por lá”, detalha Michelle.

Não importa de onde surgiu, em qual rede está bombando, nós estaremos lá, participando e brincando, mas sem perder o nosso foco, que é falar de varejo e se relacionar com nosso público como hub de experiências, seja ao cliente que nos visita ou que nos segue no meio online”, finaliza.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.