Economia

Em dez dias, 13º salário deve cair na conta dos trabalhadores

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

20 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 20 de novembro de 2018 - 00:00

Salário extra deve injetar R$ 211 bilhões na economia (Foto: Pixabay)

Quase 50 milhões de trabalhadores formais têm direito à remuneração extra. Aposentados e pensionistas já receberam primeira metade do benefício

A primeira parcela do 13º salário será paga até o próximo dia 30 de novembro a 48,7 milhões de trabalhadores do mercado formal. O outro montante da remuneração extra precisa ser pago até o dia 20 de dezembro.

13º salário injeta R$ 211,2 bilhões

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), estima que o pagamento do 13º salário vai injetar R$ 211,2 bilhões na economia nacional até o final deste ano. O número de profissionais aptos a receber o 13º salário em 2018 supera em 0,6% o número de beneficiados no ano passado, quando 83,3 milhões de trabalhadores tiveram o direito à remuneração adicional.

Do montante a ser pago como gratificação natalina, R$ 139,4 bilhões (66% do total) serão destinados para os empregados formalizados, incluindo os 1,8 milhão de trabalhadores domésticos. Os cerca de 34,8 milhões de aposentados e pensionistas e 1 milhão de aposentados e beneficiários de pensão da União já receberam o valor referente à primeira parcela da remuneração extra nos meses de agosto e setembro.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.