Educação

UFPR tem maior ausência de alunos já vista nos vestibulares da instituição

Ausência foi de mais de 40%. Instituição já esperava grande ausência devido à pandemia, mas o índice pode ter sido recorde.

Giselle
Giselle Ulbrich com informações da UFPR
UFPR tem maior ausência de alunos já vista nos vestibulares da instituição
Foto: André Filgueira

18 de julho de 2021 - 19:31 - Atualizado em 18 de julho de 2021 - 19:31

Dos 39.696 candidatos inscritos para o vestibular 2020/2021 da Universidade Federal do Paraná (UFPR), 16.537 mil faltaram. Isso corresponde a 41,6% de ausências, que pode ser o maior índice já visto nos vestibulares da UFPR. A instituição já esperava grande ausência devido à situação pandêmica, mas o índice pode ter sido recorde.

As provas foram realizadas neste domingo (18) em Curitiba, Maringá, Palotina, Toledo, Jandaia do Sul e Matinhos, com início às 14 horas – os portões abriram às 12h30 e fecharam às 13h30. Durante cinco horas e trinta minutos, os vestibulandos responderam 60 questões objetivas e uma Prova de Compreensão e Produção de Textos.

O processo seletivo de 2021 foi adaptado para atender ao cenário imposto pela pandemia de Covid-19, que afeta o Brasil e o mundo desde o início de 2020. A alteração mais relevante é relativa ao número de fases. Tradicionalmente, o Vestibular da UFPR é realizado em dois momentos distintos: na primeira fase os candidatos resolvem questões objetivas e na segunda, a Prova de Compreensão e Produção de Textos, além de atividades de habilidades específicas para alguns cursos.

Excepcionalmente para esta edição, a universidade adotou a fase única, levando em conta o contexto de restrições, a evolução do quadro epidemiológico da Covid-19 no Paraná, a expectativa dos candidatos em relação ao vestibular e a retomada do calendário acadêmico. Por isso, o modelo aprovado teve uma redução de 30% no número de questões – eram 90 e passaram a ser 60 questões – e os candidatos precisaram realizar, ainda, uma atividade de produção textual, valendo 30% da nota total, no modelo de texto dissertativo argumentativo.

Para os cursos que tinham questões discursivas específicas na segunda fase, será dado um peso maior nas disciplinas da prova objetiva. Por exemplo, no curso de Direito, as questões de História e Sociologia terão peso maior na prova objetiva da fase única. Já os cursos de Música e Arquitetura, que possuem provas de habilidades específicas, terão a situação tratada separadamente pelo Núcleo de Concursos (NC-UFPR).

Para atender aos protocolos de biossegurança, o NC-UFPR aumentou o número de locais de provas, ampliou as cidades de aplicação e a quantidade de profissionais trabalhando. Foram, ao todo, 6.200 colaboradores atuando em 71 locais, divididos em seis cidades paranaenses.

Biossegurança

O Núcleo de Concursos adotou um Protocolo de Biossegurança produzido em conjunto com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Para realizar as provas, os candidatos deviam obrigatoriamente usar máscaras e ter, no mínimo, uma reserva para troca. Boca e nariz precisavam estar totalmente cobertos pela máscara, que devia estar bem ajustada ao rosto.

Além de máscaras de proteção, os aplicadores de provas utilizaram face shields. Tanto candidatos, quanto aplicadores tiveram sua temperatura aferida para ter acesso aos locais de prova. Recipientes de álcool gel estavam disponíveis em vários pontos e o distanciamento social foi respeitado.

Os locais de prova foram higienizados, especialmente mesas, cadeiras, maçanetas, corrimãos e interruptores. Os ambientes foram mantidos com ventilação natural, com janelas e portas abertas. A higienização nos banheiros foi realizada constantemente, bem como o abastecimento com sabão líquido e toalhas de papel.

Vagas e inscritos

O vestibular 2020/2021 da UFPR oferece 5.383 vagas de graduação para ingresso em 128 opções de cursos – considerando turno, modalidade e habilitações – e 70 vagas para o Curso de Formação de Oficiais (CFO) da Polícia Militar do Estado do Paraná.

Do total de vagas, 50% são destinadas à concorrência geral e 50% para quem fez o ensino médio integralmente em escolas públicas, conforme prevê a legislação específica. Essa parcela de vagas é dividida em dois grupos de concorrência: o de candidatos de baixa renda e o de concorrentes com qualquer renda. Esses campos, por sua vez, abrangem listas de concorrência às vagas reservadas para pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência.

Resultados e início do ano letivo

A data prevista para divulgação do resultado do vestibular, tanto dos cursos da UFPR quanto do Curso de Formação de Oficiais (CFO) da Polícia Militar do Estado do Paraná, é 9 de setembro.

Devido à pandemia, o registro acadêmico será de forma remota (on-line). As datas e informações sobre matrícula para os aprovados no Processo Seletivo 2020/2021 serão divulgadas posteriormente, em edital próprio. O início do ano letivo de 2021 está marcado para o dia 20 de setembro. Todos os resultados serão divulgados no site do Núcleo de Concursos da UFPR e no aplicativo + UFPR.

Histórico

Inicialmente, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe/UFPR) havia considerado a possibilidade de aplicação das provas da primeira fase do vestibular 2020/2021 no dia 10 de janeiro deste ano. Posteriormente, seguindo recomendações da Comissão de Acompanhamento e Controle de Propagação do Coronavírus na UFPR, o mesmo Conselho aprovou a realização da primeira fase no dia 28 de fevereiro e a segunda etapa nos dias 18 e 19 de abril.

Após piora na situação da pandemia no estado do Paraná e considerando a necessidade do cumprimento dos desafios logísticos para assegurar a segurança das provas e a saúde dos candidatos e dos funcionários envolvidos na sua aplicação, o NC-UFPR adiou a primeira fase do processo seletivo para o dia 28 de março e a segunda etapa para os dias 25 e 26 de abril.

Em março, houve novo agravamento no cenário epidemiológico da pandemia no estado, momento em que a Prefeitura de Curitiba e o Governo do Paraná publicaram decretos dispondo sobre medidas restritivas a atividades e serviços para o enfrentamento da Emergência em Saúde Pública ocasionada pelo novo coronavírus. O quadro epidêmico foi considerado como de risco alto de alerta e a Bandeira Vermelha foi instituída em diversas cidades, mantendo-se por um longo período.

Por esse motivo, a universidade adiou novamente o vestibular, agora para 18 de julho, e agendou uma reunião para discutir o formato da prova. Em 30 de abril, o Cepe definiu que o Processo Seletivo 2020/2021 seria realizado, excepcionalmente, em uma única fase, mantendo a data de 18 de julho.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.