Educação

Enem 2021: possíveis temas para redação

Saiba como estruturar um texto para conseguir uma boa nota no exame

Carol
Carol Machado / Produtora
Enem 2021: possíveis temas para redação
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

14 de julho de 2021 - 15:46 - Atualizado em 14 de julho de 2021 - 16:04

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) será aplicado nos dias 21 e 28 de novembro, tanto a versão digital quanto a impressa. O Enem 2021 terá as duas versões com a mesma estrutura de prova: quatro cadernos de questões e a redação.

E todo ano o assunto mais discutido do Enem é a redação. Existem sempre as especulações e os possíveis temas. Contudo não é uma tarefa fácil acertar em cheio qual tema será abordado. Para começar é preciso primeiramente relembrar quais temas já foram colocados na prova, pois eles não serão repetidos. Normalmente o Enem aborda temas que envolvem grupos sociais, direitos humanos, aspectos econômicos, meio ambiente e saúde pública.

Praticar textos em cima de temas anteriores pode te ajudar a tirar uma boa nota na prova do Enem. E para te auxiliar nessa missão de tirar uma nota 1000 no Enem, contamos com o professor Fábio Gusmão, que possui doutorado em letras na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O professor irá mostrar como estruturar um bom texto para atingir uma nota boa.

De acordo com Gusmão os temas das redações do Enem são atemporais, portanto não há como prever o tema exato do próximo exame “Dificilmente iremos encontrar temas com fatos atuais, por isso, o aluno deve ler textos de diferentes áreas do conhecimento com intuito de se preparar para essa prova de produção de texto”. afirma o professor.

Como estruturar uma redação para o Enem 2021

O participante do Enem 2021 deverá construir um texto dissertativo argumentativo de até 30 linhas. De acordo com Gusmão, é importante deixar claro uma tese na introdução do texto, comprovar essa tese por meio de justificativas, ou seja, por argumentos para desenvolver o texto e se chegar à conclusão do texto com uma proposta de intervenção.

Gusmão afirma que o mais imprescindível é construir uma proposta de intervenção na conclusão do texto, em que deve aparecer um agente, uma ação interventiva, um meio ou modo, um efeito e pelo menos o detalhamento de um desses elementos. O participante deve explicar de que forma esse agente vai desenvolver esta ação, ou seja, qual o meio que ele irá usar para realizar esta ação. Também é importante realizar o detalhamento de cada uma das ações propostas no texto.

Segundo o professor, a prova do Enem é avaliada de acordo com as cinco competências, cada competência vale 200 pontos. Confira abaixo as cinco competências avaliadas no Enem:

  • A primeira competência avalia a norma padrão da língua portuguesa, o aluno cometendo 2 erros nesta primeira competência não alcançará a nota máxima;
  • A segunda competência avalia a estrutura do texto dissertativo-argumentativo que consiste em introdução, desenvolvimento e conclusão, além de avaliar se o aluno desenvolveu a redação de acordo com a temática;
  • A terceira competência avalia a construção da argumentação;
  • A quarta competência avalia a coesão textual, ou seja, os mecanismos linguísticos utilizados para a amarração textual;
  • A quinta competência avalia a proposta de intervenção, que precisa estar ancorada no que foi desenvolvido ao longo do texto, contendo os cinco elementos da proposta de intervenção.

De acordo com Gusmão, para se preparar é importante fazer um projeto de texto em que contenha uma tese, justificada com argumentos legitimados, que esteja ancorados na diversas áreas do conhecimento, e uma proposta de intervenção com os cinco elementos: ação, agente, modo ou meio, efeito e detalhamento. E por fim é preciso fazer uma revisão atenta do texto, avaliando sempre os aspectos normativos da língua portuguesa. Também é preciso atentar-se para não fugir do tema cobrado na prova de redação.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.