Educação

Decreto mantém suspensão de aulas em Londrina até 31 de maio

No mesmo decreto, a prefeitura passa a permitir cinco alunos em salas de aula presenciais para atendimentos educacionais individualizados.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do Blog.Londrina/N.Com
Decreto mantém suspensão de aulas em Londrina até 31 de maio
Salas de aula vazias, em Londrina. Foto: (Emerson Dias/N.Com)

15 de maio de 2021 - 09:11 - Atualizado em 15 de maio de 2021 - 09:11

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP) , prorrogou, até o dia 31 de maio, o período de suspensão das aulas presenciais na rede municipal de ensino. A medida foi estabelecida por meio do Decreto Municipal nº 557, assinado nesta sexta-feira (14), e vale para escolas municipais, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e Centros de Educação Infantil (CEIs). 

Mesmo com a permanência das medidas restritivas, o decreto traz mudanças nos atendimentos educacionais individualizados. A partir desta segunda-feira (17), as escolas ficam autorizadas a atender até cinco alunos presencialmente. Antes, eram permitidos apenas três. A decisão tem intenção de abrir mais espaço de ajuda para alunos que enfrentam dificuldades de aprendizado.

As aulas e atividades regulares do ano letivo continuam, então, sendo realizadas somente de forma virtual. A exceção são os atendimentos especiais citados. Demais escolas e instituições de ensino, públicas e privadas, deverão seguir o regramento instituído pelo governo do Paraná, por meio de decreto estadual.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.