Educação

Aulas presenciais em Londrina devem voltar no dia 2 de agosto de maneira gradual

O retorno começa com turmas do 4º e 5º ano do ensino fundamental e EJA; nas semanas seguintes, voltam outras salas

Bruna
Bruna Melo / Repórter com informações do N.Com
Aulas presenciais em Londrina devem voltar no dia 2 de agosto de maneira gradual
Foto: Vivian Honorato/N.Com

27 de julho de 2021 - 09:01 - Atualizado em 27 de julho de 2021 - 09:01

Em coletiva, Marcelo Belinati (PP), prefeito de Londrina, anunciou o retorno das aulas presenciais da rede municipal de ensino. A data prevista para a volta é 2 de agosto. No início, serão atendidos apenas estudantes de 4º e 5º ano (9 a 11 anos) do ensino fundamental e EJA (acima de 15 anos). As turmas terão 50% dos alunos em sala e 50% em ensino remoto. Estiveram presentes na coletiva os secretários municipais de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, e de Saúde, Felippe Machado.

No dia 16 de agosto, está previsto o retorno das turmas de 2° e 3° ano (7 a 9 anos). Na semana seguinte, dia 23 de agosto, voltam P4 e 1° ano (4 a 7 anos).

Enquanto metade da turma assiste a aula em formato presencial, durante uma semana, os demais continuarão no ensino remoto. Uma semana depois há revezamento e as turmas trocam de modalidade: quem era remoto vai para a escola e quem foi para a escola volta a ser remoto.

A Educação Infantil, que atua em período integral com bebês e crianças de zero a três anos, metade dos alunos de cada turma irá em um dos turnos, matutino e vespertino. Desta forma, diariamente, todas as turmas serão atendidas no ensino presencialmente a partir de 30 de agosto.

Aproximadamente 46 mil alunos voltam às unidades escolares. As aulas presenciais não são obrigatórias. Pais e responsáveis devem decidir por manter os estudantes em formato remoto ou participar do modelo híbrido.

Nesta terça-feira (27), as unidades escolares iniciam a entrega dos materiais pedagógicos, que os alunos utilizarão nas aulas remotas. E para turmas do 4° e 5° ano mais EJA, também será enviado o calendário de aulas presenciais. Na quinta-feira (29), todos os alunos retornam as aulas no sistema remoto e o atendimento pedagógico com até seis alunos em cada sala de aula.

Protocolos de segurança

Para o retorno, Belinati afirma que houve preparo dos profissionais da educação, desde setembro de 2020. Felippe Machado reforça que os indicadores da pandemia do novo coronavírus se mantêm em queda na cidade. Maria Tereza Paschoal de Moraes informa que cada unidade escolar elaborou um Plano de Biossegurança próprio. Para acessar, clique aqui.

Sobre a merenda escolar, existe um protocolo que permite o atendimento individual de cada estudante, sem aglomerações. Foi suspenso o compartilhamento de materiais, inclusive nas aulas de Educação Física, que não vão incluir esportes coletivos. Na chegada dos alunos, haverá triagem com aferição de temperatura, e em todas as unidades foi ampliada a disponibilidade de materiais de higiene, como álcool em gel.

Todo este planejamento é flexível e sujeito a mudanças, caso alguém teste positivo para a covid-19.