Educação

“Até o mês de julho devemos ter todas as escolas estaduais abertas”, diz secretário de Educação

A volta às aulas presenciais nas escolas estaduais do Paraná começou no dia 10 de maio; as famílias podem optar por aulas 100% online ou em modelo híbrido

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
“Até o mês de julho devemos ter todas as escolas estaduais abertas”, diz secretário de Educação
Foto: Dálie Felberg/Alep/Arquivo

23 de junho de 2021 - 18:29 - Atualizado em 23 de junho de 2021 - 20:32

O secretário de Educação e Esportes do Paraná, Renato Feder, declarou em entrevista concedida nesta quarta-feira (23), em Cascavel, no oeste, que a previsão é de que toda a rede de escolas estaduais voltem com as aulas presenciais até julho

“A gente está agora com segurança abrindo as escolas estaduais, isso é importante. Até o mês de julho devemos ter todas as escolas estaduais abertas, disse Feder. Durante a conversa, ele ressaltou ainda que a abertura das escolas municipais cabe a cada prefeitura. “Sobre as escolas municipais, cabe às prefeituras, a gente apoia conversa, mas é uma decisão da prefeitura.”

A volta às aulas presenciais nas escolas estaduais do Paraná começou com uma ‘rodadas de abertura’ no dia 10 de maio, quando vários colégios iniciaram as atividades. Até o momento, segundo a Secretaria de Educação e Esportes do Paraná (Seed), das 2,1 mil instituições públicas, 873 já estão recebendo alunos, professores e funcionários. 

No entanto, o número varia, pois as escolas são fechadas quando casos de Covid-19 são diagnosticados no local. Na última segunda-feira (21), por exemplo, quando 122 escolas foram abertas (em 36 municípios), 12 estavam fechadas e 52 turmas com aulas presenciais suspensas devido a casos do novo coronavírus. Além disso, outras 165 instituições de ensino estavam fechadas devido a decretos municipais.

Ainda conforme a Seed, na semana que antecedeu o dia 21 de junho, entre as mais de 50 mil pessoas que frequentavam as escolas presencialmente na ocasião, houve 249 casos positivos do novo coronavírus registrados. Destes, 232 eram decorrentes de contaminações fora do ambiente escolar, enquanto 17 estavam em investigação.

Aulas presenciais não obrigatórias

retorno presencial não é obrigatório. Pais, mães ou responsáveis legais que desejem o retorno dos estudantes para as salas de aula devem assinar um termo de autorização a ser entregue na instituição de ensino.

Os alunos que optarem por não ir às aulas presencialmente continuarão no ensino remoto via Google Meet e também pelas plataformas digitais do ‘Aula Paraná’ na TV aberta, no YouTube, além do kit pedagógico impresso.

O modelo adotado para a volta às aulas presenciais no estado é híbrido, ou seja, acontece parte dos alunos em sala de aula e parte em ensino remoto, assistindo às aulas ao vivo. O sistema garante que as salas não fiquem lotadas e que o distanciamento de 1,5 m entre os estudantes seja mantido. 

Além disso, para evitar infecções da covid-19 nas escolas, as instituições de ensino seguem os seguintes protocolos de segurança: 

  • disponibilidade de álcool em gel
  • obrigatoriedade do uso de máscara 
  • aferição da temperatura de alunos e funcionários na entrada do colégio
  • Distanciamento, uso de máscara e aferição de temperatura também no transporte escolar

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.