Economia

Zona do euro tem recessão confirmada no 1º tri de 2021

Reuters
Reuters
Zona do euro tem recessão confirmada no 1º tri de 2021
Lockdown por Covid-19 nas ruas de Hamburgo, Alemanha

18 de maio de 2021 - 07:49 - Atualizado em 18 de maio de 2021 - 07:50

BRUXELAS (Reuters) – A economia da zona do euro contraiu 0,6% no primeiro trimestre de 2021, mostraram dados nesta terça-feira que confirmaram a recessão técnica, uma vez que o Produto Interno Bruto caiu em todos os maiores países com exceção da França.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, disse que o PIB nos 19 países que usam o euro recuou 0,6% na comparação trimestral no primeiro trimestre, com queda de 1,8% na base anual.

Os dados ficaram em linha com as estimativas preliminares de 30 de abril. Junto com a queda do PIB no quarto trimestre de 2020, de 0,7% na comparação com o trimestre anterior e de 4,9% sobre o ano anterior, a zona do euro está em sua segunda recessão técnica desde que a pandemia de Covid-19 começou.

As economias de Alemanha, Itália, Espanha e Holanda registraram contrações. A França cresceu 0,4% na base trimestral.

Em divulgação separada, a Eurostat mostrou que o superávit comercial não ajustado com o resto do mundo caiu a 15,8 bilhões de euros em março, de 29,9 bilhões em março de 2020.

Ajustado para variações sazonais, o superávit comercial da zona do euro foi de 13,0 bilhões de euros em março contra 23,1 bilhões em fevereiro, uma vez que as exportações caíram 0,3% e as importações subiram 5,6%.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH4H0KW-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.