Economia

XP Inc fecha 2020 com R$660 bi em ativos sob custódia

Reuters
Reuters
XP Inc fecha 2020 com R$660 bi em ativos sob custódia
Edifício que sedia a XP Inc, em São Paulo (SP)

26 de janeiro de 2021 - 13:20 - Atualizado em 26 de janeiro de 2021 - 13:25

Por Paula Arend Laier

(Reuters) – A XP Inc encerrou o ano passado com 660 bilhões de reais em ativos sob custódia (AUC), uma alta de 61% em relação ao final de 2019 e um crescimento de 17% na comparação com o final do terceiro trimestre de 2020, conforme dados divulgados pela plataforma de investimentos nesta terça-feira.

O crescimento ano a ano foi puxado pelo fluxo líquido de 198 bilhões de reais e 53 bilhões de reais em apreciação dos mercados.

“Acho que a principal oportunidade que temos pela frente é dobrar nosso AUC mais uma vez, especialmente agora que começamos a oferecer um conjunto completo de serviços e produtos bancários”, afirmou o fundador e presidente-executivo da XP Inc., Guilherme Benchimol, em comunicado.

“A marca de 1 trilhão de reais parece mais próxima do que nunca”, acrescentou.

O fluxo líquido ajustado totalizou 37 bilhões de reais no quarto trimestre, estável em relação ao terceiro trimestre.

A XP Inc. encerrou o ano passado com 2,8 milhões de clientes ativos, uma alta de 63% frente ao final de 2019 e de 5% frente ao final do terceiro trimestre, com 2020 registrando crescimento de clientes em todos os canais.

O portfólio de crédito do grupo alcançou 3,9 bilhões de reais em 31 de dezembro de 2020, equivalentes a 0,6% do total dos ativos sob custódia.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0P159-BASEIMAGE