Economia

Wall St recua com alta em pedidos de auxílio-desemprego e queda de ações de tecnologia

Reuters
Reuters
Wall St recua com alta em pedidos de auxílio-desemprego e queda de ações de tecnologia
Bolsa de Nova York

18 de fevereiro de 2021 - 12:29 - Atualizado em 18 de fevereiro de 2021 - 12:30

Por Devik Jain e Shreyashi Sanyal

(Reuters) – Os principais índices de Wall Street caíam nesta quinta-feira, à medida que investidores retomavam um movimento de saída de grandes empresas relacionadas à tecnologia, enquanto um aumento inesperado nos pedidos de auxílio-desemprego apontou uma recuperação frágil do mercado de trabalho norte-americano.

Dados do Departamento de Trabalho mostraram que os pedidos de auxílio-desemprego totalizaram 861 mil na semana passada, contra 848 mil na semana anterior, em parte devido a potenciais solicitações relacionadas ao fechamento temporário de fábricas de automóveis nos Estados Unidos em meio à escassez global de semicondutores.

Os índices acionários dos EUA atingiram máximas recordes no início da semana, mas têm cedido terreno gradualmente após uma alta nos rendimentos dos Treasuries, o que alimentou temores de inflação mais alta.

Essas preocupações levaram investidores a realizar lucros em ações com altos “valuations” nos setores de tecnologia e serviços de comunicações do S&P 500. Essas ações impulsionaram um ganho de 76% no índice de referência desde as mínimas de março de 2020.

Às 12:28 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,94%, a 31.315 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,858488%, a 3.898 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 1,69%, a 13.730 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1H13Q-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.