Economia

Wall St fecha em máxima recorde com sanção de estímulo fiscal

Reuters
Reuters
Wall St fecha em máxima recorde com sanção de estímulo fiscal
A bandeira dos EUA é vista em um prédio em Wall Street

28 de dezembro de 2020 - 19:04 - Atualizado em 28 de dezembro de 2020 - 19:05

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK (Reuters) – Os mercados de ações dos Estados Unidos tiveram um rali nesta segunda-feira, com cada um dos principais índices de Wall Street fechando em níveis recordes, depois de a sanção pelo presidente Donald Trump de um projeto muito aguardado de 2,3 trilhões de dólares para combate aos efeitos da pandemia fortalecer o otimismo sobre a recuperação econômica.

Em uma mudança repentina no domingo, Trump recuou de sua ameaça de obstruir o projeto de lei muito disputado, restaurando os benefícios de desemprego para milhões de norte-americanos e evitando o “shutdown” da máquina pública.

“É um tom positivo para o mercado norte-americano e parte disse deve-se à assinatura do pacote de estímulo por Trump, que parecia estar sob desconfiança, mas finalmente foi cumprido”, disse Tim Ghriskey, estrategista-chefe de investimentos do Inverness Counsel em Nova York.

“Ainda temos uma sequência para o rali de Natal e para o mercado favorável que tivemos por aqui”, acrescentou.

O Dow Jones subiu 0,68%, para 30.403,97 pontos, o S&P 500 ganhou 0,87%, para 3.735,36 pontos, e o ​​Nasdaq valorizou-se 0,74%, para 12.899,42 pontos.

As ações atingidas pelos lockdowns em decorrência do coronavírus, como companhias aéreas e cruzeiros, avançaram. O índice S&P 1500 das companhias aéreas teve alta de 0,9%, já que as companhias aéreas devem receber 15 bilhões de dólares, além de assistência à folha de pagamento, sob o novo auxílio governamental.

As operadoras de cruzeiros Royal Caribbean Cruises Ltd, Carnival Corp e Norwegian Cruise Line Holdings Ltd valorizaram-se, cada uma, pelo menos 3%

Entre os diferentes segmentos, os ganhos foram liderados por serviços de comunicação, consumo discricionário e tecnologia, com cada um subindo mais de 1%.

(Por Chuck Mikolajczak)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGBR0XZ-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.