Economia

Vendas pendentes de moradias nos EUA recuam em janeiro

Reuters
Reuters
Vendas pendentes de moradias nos EUA recuam em janeiro
Placa informando redução de valor em casa à venda nos EUA

25 de fevereiro de 2021 - 12:10 - Atualizado em 25 de fevereiro de 2021 - 12:10

WASHINGTON (Reuters) – Os contratos para compra de casas usadas nos Estados Unidos recuaram em janeiro, em meio à contínua escassez de casas disponíveis para venda.

A Associação Nacional de Corretores informou nesta quinta-feira que seu Índice de Vendas Pendentes de Moradias, com base em contratos assinados no mês passado, caiu 2,8% no mês passado, a 122,8.

Economistas consultados pela Reuters projetavam que os contratos pendentes, que se tornam vendas após um mês ou dois, ficariam inalterados em janeiro.

As vendas pendentes estão fora de sintonia com as de moradias usadas, que têm se mostrado sólidas. A associação atribuiu isso aos diferentes tamanhos de amostras para os dados.

Em comparação com um ano antes, as vendas pendentes aumentaram 13,0% em janeiro.

A demanda por moradia tem acompanhado a busca de norte-americanos por mais espaço para trabalhar e ter aulas em casa, conforme a pandemia de Covid-19 se arrasta.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1O157-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.