Economia

Venda de veículos novos no Brasil sobe em março, diz Fenabrave

Reuters
Reuters
Venda de veículos novos no Brasil sobe em março, diz Fenabrave
Venda de veículos novos no Brasil sobe em março, diz Fenabrave

6 de abril de 2021 - 12:19 - Atualizado em 6 de abril de 2021 - 12:20

SÃO PAULO (Reuters) – O licenciamento de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil em março subiu nas comparações mensal e anual, afirmou nesta terça-feira a associação de distribuidores, Fenabrave.

Os emplacamentos do mês passado somaram 189.405 unidades, um avanço de 13,16% ante fevereiro e alta de 15,78% com relação a março de 2020, mês atingido pelo choque da primeira onda da pandemia no país.

No trimestre, as vendas de veículos novos no país, porém, tiveram queda de 5,4% sobre um ano antes, para 527.913 unidades, informou a entidade.

“Todos os segmentos automotivos continuam sofrendo com problemas de abastecimento de produtos pela indústria, afetada pela falta de peças e componentes, e pela paralisação da produção, em algumas unidades fabris”, afirmou a entidade em comunicado à imprensa.

A Fenabrave afirmou que decidiu não rever suas estimativas para o ano e deixar a revisão para meados do ano diante das incertezas criadas pela pandemia no país. Em janeiro, a entidade estimou que as vendas de novos neste ano devem subir cerca de 16%, 2,387 milhões de unidades.

Por segmento, as vendas caminhões novos no Brasil subiram cerca de 40% ante fevereiro e saltaram quase 66% no comparativo anual, para 10.796 veículos. Já os emplacamentos de ônibus subiram 5% na base mensal e cerca de 16% na comparação ano a ano, para 1.500 unidades.

Implementos rodoviários também foram destaque no mês passado, com crescimentos de 21% nos licenciamentos ante fevereiro e de quase 94% na relação anual, para 7.983 unidades, segundo os dados da Fenabrave.

No acumulado do trimestre, a Fiat, do grupo Stellantis, liderou os emplacamentos, com 102.432 carros e comerciais leves licenciados, abocanhando 20,6% de participação no volume total do mercado.

O grupo ainda é formado por Jeep, que teve vendas de 33.997 utilitários esportivos, Peugeot (4.635 unidades) e Citroen (3.056).

A Volkswagen ficou na segunda posição no acumulado, com licenciamentos de 85.999 carros e comerciais leves. O grupo alemão ainda inclui a marca de luxo Audi, que teve vendas de 1.529 veículos.

A lista das cinco maiores ainda conta com General Motors, que emplacou 74.813 automóveis e comerciais leves de janeiro ao fim de março, Hyundai, com 47.094, e a própria Jeep, segundo os dados da Fenabrave.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH350V2-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.