Economia

Venda de cimento tem leve alta em junho, diz Snic

Reuters
Reuters
Venda de cimento tem leve alta em junho, diz Snic
Trabalhadores utilizam cimento em obra em Belo Horizonte (MG)

7 de julho de 2021 - 16:26 - Atualizado em 7 de julho de 2021 - 16:30

SÃO PAULO (Reuters) – A comercialização de cimento no Brasil teve ligeiro incremento de 1,5% em junho sobre o mesmo período de 2020, ficando praticamente estável ante maio, a 5,44 milhões de toneladas, informou a associação que reúne fabricantes do produto, Snic, nesta quarta-feira.

Com isso, a venda no acumulado do primeiro semestre somou 31,27 milhões de toneladas, alta de 15,4% sobre a primeira metade do ano passado.

Segundo a entidade, deve haver um arrefecimento nas vendas no próximos meses por causa da fraca base de comparação com o primeiro semestre do ano passado.

A expectativa do setor é que as vendas de cimento em 2021 cresçam 6%. Boa parte desse desempenho deve ser creditado aos segmentos de autoconstrução e reformas e continuidade de obras do setor imobiliário, que respondem atualmente por parcela de 80% do consumo do produto no país.

O impacto de concessões de infraestrutura realizados neste ano devem ser sentidos no consumo de cimento apenas em 2022, afirmou a entidade.

Em junho, as regiões que registraram crescimento de vendas de cimento na comparação anual foram Norte (6,7%), Centro-Oeste (3,3%) e Sul (11,4%), segundo os dados do Snic. Nordeste e Sudeste, principais regiões consumidoras, tiveram quedas de 2,8% e 0,8% nas vendas, respectivamente.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH66183-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.