Economia

Tanzânia avalia retomar projeto de porto de US$10 bilhões com China

Reuters
Reuters

26 de junho de 2021 - 14:51 - Atualizado em 26 de junho de 2021 - 14:51

DAR ES SALAAM (Reuters) – A presidente da Tanzânia, Samia Suluhu Hassan, afirmou neste sábado que o país vai avaliar a retomada de um projeto de construção de um porto orçado em 10 bilhões de dólares.

O país assinou um acordo inicial em 2013 com a China Merchants Holdings International para a construção do porto e de uma zona econômica especial que têm como objetivo transformar a Tanzânia em um centro de comércio e transporte capaz de rivalizar com vizinhos.

A China Merchants, maior operadora portuária da China, afirmou em 2019 que anos de negociações com o governo da Tanzânia não conseguiram produzir avanço no projeto.

O projeto prevê que o porto será construído em Bagamoyo, a cerca de 75 quilômetros ao norte de Dar es Salaam.

“Começamos as negociações para retomada de todo o projeto do porto de Bagamoyo”, disse Hassan durante reunião com representantes do setor privado em Dar es Salaam.

(Por Nuzulack Dausen)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.