Economia

S&P 500 e Nasdaq renovam máximas de fechamento após ata do Fed

Reuters
Reuters
S&P 500 e Nasdaq renovam máximas de fechamento após ata do Fed
Operador na bolsa de valores de Nova York, EUA

7 de julho de 2021 - 18:34 - Atualizado em 7 de julho de 2021 - 18:35

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) – Os índices acionários norte-americanos avançaram nesta quarta-feira, com S&P 500 e Nasdaq cravando novas máximas de fechamento, após a ata da última reunião do Federal Reserve indicar que as autoridades do banco central dos Estados Unidos podem ainda não estar prontas para um aperto da política monetária.

De acordo com a ata da reunião de junho do Fed, as autoridades sentiram que o objetivo de mais progresso substancial à recuperação econômica dos EUA ainda não fora atingido de forma geral, mas concordaram que devem estar preparadas para agir caso a inflação ou outros riscos se materializem.

“Eu vi isso como um conjunto de notas ‘dovish’ (favorável a uma política monetária mais frouxa), simplesmente porque eles não sentem, como um grupo, que têm certezas suficientes sobre a situação para realizar qualquer mudança”, disse Brad McMillan, diretor de investimentos da Commonwealth Financial Network em Waltham, Massachusetts.

Os rendimentos dos Treasuries recuaram após a publicação da ata, enquanto a maioria das ações subiu.

A ata reflete um Fed dividido entre novos riscos de inflação e uma taxa de desemprego ainda relativamente alta.

Wall Street tem se preocupado com a inflação, com investidores se alternando entre ações de valor –ligadas à economia– e de crescimento nas últimas sessões.

Nesta quarta-feira, tanto os papéis de crescimento quanto os de valor apuraram ganhos, enquanto as ações de indústria e matérias-primas lideraram os ganhos por segmentos do S&P 500.

O Dow Jones fechou em alta de 0,3%, a 34.681,79 pontos, enquanto o S&P 500 subiu 0,34%, a 4.358,13 pontos, e o Nasdaq teve variação positiva de 0,01%, a 14.665,06 pontos.

(Reportagem adicional de Devik Jain e Shreyashi Sanyal, em Bengaluru, e Lewis Krauskopf, em Nova York)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH661A7-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.