Economia

S&P 500 e Nasdaq tocam máximas recordes após queda em pedidos de auxílio-desemprego nos EUA

Reuters
Reuters
S&P 500 e Nasdaq tocam máximas recordes após queda em pedidos de auxílio-desemprego nos EUA
Prédio da Bolsa de Valores de Nova York. 13/04/2020. REUTERS/Andrew Kelly.

24 de junho de 2021 - 13:11 - Atualizado em 24 de junho de 2021 - 13:15

Por Medha Singh

(Reuters) – Os índices Nasdaq e S&P 500 atingiram máximas recordes nesta quinta-feira, impulsionados pelas ações da Tesla e de outras empresas de tecnologia de ponta, enquanto dados mostrando queda nos pedidos semanais de auxílio-desemprego reforçaram apostas numa recuperação estável do mercado de trabalho.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego totalizaram 411 mil ajustados sazonalmente na semana encerrada em 19 de junho, informou o Departamento do Trabalho dos EUA. Economistas consultados pela Reuters previam 380 mil.

Um relatório separado do Departamento de Comércio desta quinta-feira confirmou que o crescimento econômico norte-americano acelerou no primeiro trimestre, graças ao forte estímulo fiscal.

As ações da Tesla subiam 3,8%, após seu CEO, Elon Musk, dizer que listará o empreendimento Starlink, da SpaceX, quando seu fluxo de caixa for razoavelmente previsível, acrescentando que os acionistas da Tesla poderiam obter preferência para o investimento.

Apple, Microsoft, Alphabet, Netflix <NFLX.O > e Facebook –empresas de megacapitalização de mercado– subiam entre 0,5% e 0,8%, fornecendo os maiores impulsos para o S&P e o Nasdaq.

Às 12:04 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,7%, a 34.112 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,633452%, a 4.269 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,85%, a 14.393 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5N125-BASEIMAGE