Economia

S&P 500 e Dow Jones caem de máximas recordes após dados de emprego nos EUA

Reuters
Reuters
S&P 500 e Dow Jones caem de máximas recordes após dados de emprego nos EUA
(Blank Headline Received)

25 de novembro de 2020 - 18:25 - Atualizado em 25 de novembro de 2020 - 18:25

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) – O índice S&P 500 fechou em baixa nesta quarta-feira, com o aumento de demissões nos Estados Unidos, na sequência de novos lockdowns obrigatórios para conter o aumento de infecções de Covid-19, diminuindo o apetite dos investidores por risco.

O S&P 500 e o Dow Jones recuaram depois de na véspera fecharem em pontuações recordes, pressionados nesta quarta por papéis de setores cíclicos e small caps, que impulsionaram a recuperação do início da semana.

Já o setor de tecnologia, resiliente à pandemia, e líderes de mercado relacionados ao segmento tecnológico ajudaram a manter o Nasdaq em alta.

“É um dia de crescimento, e não de valor”, disse Tim Ghriskey, estrategista-chefe de investimentos da Inverness Counsel, em Nova York, referindo-se a ações de crescimento –que entregam taxas de expansão acima da média, e de valor, que costumam se beneficiar de recuperação cíclica da economia. “É essa luta contínua entre o vírus e a vacina.”

“A realidade é que, embora a vacina comece a ser distribuída rapidamente, o vírus não desaparece rapidamente e, portanto, o cronograma para a melhora econômica está sendo estendido.”

Os dados divulgados nesta quarta, antes do feriado de Ação de Graças de quinta-feira, ficaram centrados nos números de auxílio-desemprego, que mostraram uma segunda semana consecutiva de aumentos inesperados nos pedidos. O número sugeriu que novas restrições para combater o aumento de casos de coronavírus podem prejudicar a recuperação do mercado de trabalho.

Ainda assim, o desenvolvimento de vacinas e a remoção de incertezas em torno da eleição presidencial dos Estados Unidos levaram os índices de Wall Street a recordes de fechamento e colocaram o S&P 500 em curso de seu melhor novembro de todos os tempos.

Os participantes do mercado acreditam que as ações dos EUA têm mais espaço para subir. Uma pesquisa recente da Reuters mostrou que analistas acreditam que o S&P 500 ganhará 9% entre agora e o final de 2021. O índice subiu cerca de 66% desde o crash causado pelo coronavírus em março e acumula ganho de cerca de 12% neste ano.

O Dow Jones caiu 0,58%, para 29.872,47 pontos. O S&P 500 perdeu 0,16%, para 3.629,65 pontos. O Nasdaq Composite teve alta de 0,47%, a 12.094,40 pontos.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGAO1OL-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.