Economia

Shell tem prejuízo histórico no 2º trimestre e ação cai 2% na Bolsa de Londres

Estadão
Estadão Conteúdo

30 de julho de 2020 - 08:59 - Atualizado em 30 de julho de 2020 - 09:10

A Royal Dutch Shell anunciou nesta quinta-feira (30) que teve prejuízo com base nos custos de reposição de US$ 18,38 bilhões no segundo trimestre de 2020, revertendo lucro de US$ 3,02 bilhões apurado no mesmo período do ano passado, em meio ao impacto da pandemia do novo coronavírus. Trata-se do primeiro prejuízo trimestral da petrolífera anglo-holandesa desde sua formação, há mais de uma década. A medida com base nos custos de reposição é semelhante ao lucro/prejuízo líquido divulgado por petrolíferas nos EUA.

Considerando-se ajustes, a Shell teve lucro de US$ 638 milhões entre abril e junho, 82% menor do que o ganho de US$ 3,46 bilhões de um ano antes. O resultado, no entanto, superou a previsão de analistas consultados pela própria empresa, de US$ 674 milhões.

A Shell também anunciou dividendo intermediário de US$ 0,16 por ação, igual ao do primeiro trimestre, mas bem menor que o valor de US$ 0,47 por ação do segundo trimestre de 2019.

Às 7h20 (de Brasília), a ação da Shell tinha queda de 2% na Bolsa de Londres.(Com informações da Dow Jones Newswires).