Economia

Retomada de empréstimo emergencial a empresas será menor, diz BNDES

Reuters
Reuters
Retomada de empréstimo emergencial a empresas será menor, diz BNDES
Gustavo Montezano, presidente do BNDES

30 de março de 2021 - 16:20 - Atualizado em 30 de março de 2021 - 16:25

SÃO PAULO (Reuters) – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está pronto para uma retomada da linha de crédito emergencial para empresas, mas uma segunda rodada do programa terá abrangência menor devido a restrições orçamentárias do governo federal, disse o presidente do banco, Gustavo Montezano.

“Nós estamos prontos, dependemos só de aval do Congresso Nacional”, disse Montezano nesta terça-feira durante evento promovido pelo Banco Daycoval. “Mas, desta vez, o programa seria mais cirúrgico por causa de restrições fiscais.”

Criado no ano passado para apoiar empresas com faturamento de 360 mil a 300 milhões de reais, o Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac) contou com uma garantia de 80% do BNDES.

O programa, que terminou em dezembro, desembolsou cerca de 92 bilhões de reais, disse Montezano.

(Por Aluisio Alves)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2T1G9-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.