Economia

Restrições dos países da UE por Covid-19 não podem prejudicar comércio, diz autoridade

Reuters
Reuters
Restrições dos países da UE por Covid-19 não podem prejudicar comércio, diz autoridade
Bandeiras da UE do lado de fora da sede da Comissão Europeia em Bruxelas

24 de fevereiro de 2021 - 08:52 - Atualizado em 24 de fevereiro de 2021 - 08:55

Por Gabriela Baczynska

BRUXELAS (Reuters) – Os países da União Europeia devem garantir que as restrições de viagens e fronteiras impostas para evitar a disseminação de novas variantes do coronavírus não prejudiquem o comércio de bens e serviços no mercado único do bloco, disse uma autoridade sênior nesta quarta-feira.

A Bélgica — que proibiu todas as viagens não essenciais dentro e fora de seu território — e a Alemanha estão sob pressão especial por causa de suas medidas de restrição mais recentes, que, segundo o Executivo da UE, foram longe demais.

“O desafio aqui é manter o equilíbrio entre as restrições às viagens não essenciais e o funcionamento do mercado único”, disse a autoridade da UE antes de conversas entre os 27 líderes do bloco na quinta-feira sobre a pandemia, viagens e fronteiras.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1N0QV-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.