Economia

Republicanos dos EUA elevam contraoferta para gastos de infraestrutura a US$928 bi

Reuters
Reuters
Republicanos dos EUA elevam contraoferta para gastos de infraestrutura a US8 bi
Senadora republicana dos EUA Shelley Moore Capito fala em comissão do Senado em Washington

27 de maio de 2021 - 12:55 - Atualizado em 27 de maio de 2021 - 13:00

Por David Morgan

WASHINGTON (Reuters) – Os republicanos do Senado dos Estados Unidos apresentaram nesta quinta-feira uma nova oferta para um pacote de infraestrutura com gastos planejados de 928 bilhões de dólares em oito anos para revitalizar estradas, pontes e sistemas de banda larga do país. O valor, contudo, segue bem abaixo da última proposta do presidente Joe Biden.

O plano –desenhado por um grupo de seis republicanos liderados pela senadora Shelley Moore Capito– representa a contraoferta a uma proposta de 1,7 trilhão de dólares da Casa Branca, que cortou mais de 500 bilhões de dólares do projeto original de Biden (de 2,25 trilhões de dólares), em uma tentativa de se chegar a um acordo bipartidário.

“Os republicanos do Senado continuam a negociar de boa-fé”, disse Capito em entrevista coletiva na qual foi acompanhada por membros de sua equipe de negociação. “Há uma fome real de bipartidarismo no Senado dos Estados Unidos.”

Um funcionário do governo Biden disse nesta quinta-feira que a Casa Branca estava considerando a oferta seriamente.

Biden impôs o fim de maio como um prazo não oficial para as negociações, e alguns democratas do Senado têm pressionado para tocarem a pauta sozinhos mesmo que os republicanos não cheguem a um acordo em breve.

A Casa Branca expressou disposição para negociar alguns dos detalhes mais sutis, mas disse querer um grande pacote que expanda a definição de infraestrutura para incluir itens como faculdade comunitária gratuita e licença familiar remunerada.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH4Q148-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.