Economia

Receita projeta aumento de R$2,47 bi na arrecadação em 2022 com reforma no Imposto de Renda

Reuters
Reuters
Receita projeta aumento de R$2,47 bi na arrecadação em 2022 com reforma no Imposto de Renda
Moedas de um real

12 de julho de 2021 - 11:53 - Atualizado em 12 de julho de 2021 - 11:55

Por Camila Moreira

SÃO PAULO (Reuters) – A reforma do Imposto de Renda deve gerar um impacto total de 2,47 bilhões de reais em aumento de arrecadação em 2022, de acordo com detalhamento das projeções divulgado pela Receita Federal nesta segunda-feira.

De acordo com o documento, o valor passa a 1,6 bilhão de reais em 2023 e chega a 2,08 bilhões em 2024.

O maior impacto em 2022 vem da mudança no IR para o mercado financeiro, com resultado positivo de 14,19 bilhões de reais. Entretanto, nos dois anos seguintes, o resultado é praticamente neutro.

Ainda segundo a Receita, em 2022 as mudanças de taxação de dividendos, IRPJ e ajuste nas regras da CSLL das empresas resultarão em um ganho de 900 milhões de reais, saltando a 18,43 bilhões e 19,50 bilhões respectivamente nos dois anos seguintes.

Por outro lado, as mudanças na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física geram perda de 13,50 bilhões de reais no próximo ano, com os resultados negativos subindo a 14,46 bilhões e 15,44 bilhões de reais em seguida.

A Receita calculou ainda o impacto das mudanças no IRPF de bens imóveis, com resultado positivo de 880 milhões de reais em 2022 mas perdas de 2,45 bilhões e 2,03 bilhões respectivamente em 2023 e 2024.

O detalhamento dos dados foi divulgado duas semanas depois de o governo ter encaminhado à Câmara dos Deputados sua proposta de reforma do Imposto de Renda, prevendo redução da alíquota sobre empresas, aumento do limite de isenção para pessoas físicas e a introdução da tributação sobre dividendos pagos aos investidores, com alíquota de 20%.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6B0RI-BASEIMAGE