Economia

Programa de treinamento no emprego visa evitar “efeito cicatriz” para jovens, diz secretário

Reuters
Reuters
Programa de treinamento no emprego visa evitar “efeito cicatriz” para jovens, diz secretário
Edifício do Ministério da Economia em Brasília (DF)

15 de junho de 2021 - 16:55 - Atualizado em 15 de junho de 2021 - 17:00

BRASÍLIA (Reuters) – O programa de treinamento de jovens no emprego a ser lançado pelo governo visa evitar o “efeito cicatriz” para a geração que tentará entrar no mercado de trabalho no pós-pandemia, afirmou o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, durante reunião plenária da Organização Internacional do Trabalho (OIT) nesta terça-feira.

A expressão se refere aos prejuízos profissionais de longo prazo sofridos por trabalhadores que ingressam no mercado em situações adversas.

“Para ajudar na transição para o mundo pós-pandemia, o governo brasileiro está próximo de anunciar medidas que incentivam o primeiro emprego de jovens por meio do pagamento de uma bolsa vinculada ao treinamento desses jovens por empresas privadas, evitando o que conhecemos como ‘efeito cicatriz’, que pode afetar a trajetória laboral daqueles que buscam a entrada no mercado de trabalho em um momento tão conturbado”, disse Bianco.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou em maio que o programa deverá prever o pagamento de 600 reais aos jovens beneficiados, que receberão treinamento profissional dentro das empresas. O valor será dividido igualmente entre governo e empresas participantes.

Em seu discurso na OIT, Bianco também defendeu reformas para aperfeiçoar a governança da entidade, que faz parte do sistema ONU (Organização das Nações Unidas).

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5E14K-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.