Economia

Produção da Opep avança em janeiro, mas alta é limitada por paralisação na Nigéria

Reuters
Reuters
Produção da Opep avança em janeiro, mas alta é limitada por paralisação na Nigéria
Ilustração mostra bomba de petróleo em frente ao logo da Opep

29 de janeiro de 2021 - 19:09 - Atualizado em 29 de janeiro de 2021 - 19:10

LONDRES (Reuters) – A produção de petróleo da Opep avançou pelo sétimo mês consecutivo em janeiro, indicou uma pesquisa da Reuters, depois de o grupo e aliados concordarem com uma redução adicional em seus cortes recordes de oferta –embora uma queda involuntária nas exportações nigerianas tenha limitado o aumento.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo, que possui 13 membros, tem bombeado 25,75 milhões de barris por dia (bpd) em janeiro, segundo a pesquisa, o que representa um aumento de 160 mil bpd ante dezembro e mais um crescimento em relação às mínimas de três décadas registradas em junho.

A Opep+, que reúne a Opep e outros produtores liderados pela Rússia, concordou em flexibilizar seus cortes de produção em 500 mil bpd a partir de 1º de janeiro, visto que a demanda se recupera, em certa medida, da crise do coronavírus.

Esse acordo permite que a Opep aumente a produção em cerca de 300 mil bpd em janeiro. O grupo entregou pouco mais da metade desse volume esperado após a queda na oferta da Nigéria, de acordo com a pesquisa.

(Reportagem de Alex Lawler, com reportagem adicional de Ahmad Ghaddar)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0S1OV-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.