Economia

Presidente do BC britânico diz que economia está em período “muito difícil”

Reuters
Reuters
Presidente do BC britânico diz que economia está em período “muito difícil”
Presidente do banco central britânico, Andrew Bailey

12 de janeiro de 2021 - 08:48 - Atualizado em 12 de janeiro de 2021 - 08:50

Por David Milliken e Andy Bruce

LONDRES (Reuters) – O presidente do banco central britânico, Andrew Bailey, afirmou que o Reino Unido enfrenta alguns meses muitos difíceis à frente devido ao ressurgimento dos casos de Covid-19, mas minimizou as sugestões de que cortar os juros abaixo de zero será uma maneira direta de impulsionar o crescimento.

As declarações dele seguem-se a alertas na segunda-feira do ministro das Finanças, Rishi Sunak, de que a economia deve piorar antes de melhorar, com o país agora em seu terceiro lockdown e lutando para conter a disseminação do coronavírus.

“(Estamos) em um período bastante difícil no momento em que não há dúvidas de que vai atrasar, provavelmente, a trajetória”, disse Bailey em discurso online à Câmara Escocesa de Comércio.

Entretanto, ele acrescentou que a forma básica da recuperação deve refletir a trajetória que o Banco da Inglaterra apresentou em suas previsões de novembro.

A maioria dos economistas acredita que a economia britânica deve voltar a cair em recessão, encolhendo no último trimestre de 2020 e no primeiro trimestre de 2021, após contração recorde de 25% da produção nos dois primeiros meses de lockdown do ano passado.

Bailey disse que a “melhor aposta” do banco central é de que a produção econômica nos últimos três meses de 2020 ficou estagnada ou teve leve queda.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0B0OH-BASEIMAGE