Economia

Plataforma VTEX busca avaliação de US$3 bi em IPO

Reuters
Reuters

12 de julho de 2021 - 11:04 - Atualizado em 12 de julho de 2021 - 11:04

BENGALURU/SÃO PAULO (Reuters) – A VTEX, provedora de plataforma de comércio digital para empresas e varejistas, anunciou nesta segunda-feira uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), na qual está buscando uma avaliação de até 3,2 bilhões de dólares.

A oferta consiste em 19 milhões de ações classe A, com a faixa estimada de preço entre 15 e 17 dólares cada. No topo, o IPO pode alcançar 323 milhões de dólares.

Cerca de 5,1 milhões dessas ações estão sendo vendidas por acionistas, segundo a companhia que tem como investidores SoftBank, Riverwood Capital, Constellation Asset Management, Gávea Investimentos, Tiger Global e Lone Pine Capital.

A empresa, provedora de plataforma de comércio digital de software como serviço (SaaS) para empresas e varejistas, disse que pretende utilizar a receita líquida da oferta pública inicial para fins corporativos em geral.

A VTEX afirmou que também pretende conceder aos subscritores uma opção de 30 dias para comprar um adicional de até 2.850.000 ações ordinárias de classe A.

JPMorgan, Goldman Sachs e BofA Securities estão atuando como coordenadores globais para a oferta e KeyBanc Capital Markets, Morgan Stanley e Itaú BBA como gestores conjuntos.

A VTEX, que pretende listar suas ações na Bolsa de Valores de Nova York sob o código “VTEX”, é a mais recente companhia de tecnologia da América Latina que busca lucrar com o rali no mercado de capitais norte-americano.

O banco digital Nubank, a empresa de pagamentos Ebanx e a Hotmart também estão se preparando para listar as ações nos Estados Unidos nos próximos meses.

A VTEX iniciou suas operações no Brasil em 2000, montou seu primeiro escritório no exterior em 2013 e se expandiu para os EUA em 2017. A plataforma permite que clientes criem lojas online, gerenciem pedidos e criem marketplaces para vender produtos de fornecedores terceirizados.

A empresa tem mais de 2 mil clientes em mais de 32 países, incluindo Sony, Nestlé e McDonald’s. Em setembro, a companhia foi avaliada em 1,7 bilhão de dólares após uma rodada de financiamento.

(Por Niket Nishant em Bengaluru, com reportagem adicional de Paula Arend Laier em São Paulo)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.