Economia

Petroleira da Líbia retira força maior sobre embarques pelo porto de Hariga

Reuters
Reuters
Petroleira da Líbia retira força maior sobre embarques pelo porto de Hariga
Campo de petróleo na região de Murzuk, Líbia

26 de abril de 2021 - 16:10 - Atualizado em 26 de abril de 2021 - 16:15

(Reuters) – A petroleira líbia NOC retirou a força maior sobre carregamentos de petróleo do porto de Hariga, ao leste do país, depois de chegar a acordo em uma disputa financeira com o Governo de Unidade Nacional (GNU), disse a companhia nesta segunda-feira, o que abre caminho para uma produção maior.

A Arabian Gulf Oil Company (AGOCO), subsidiária da National Oil Corporation (NOC) que opera o porto de Hariga, disse neste mês que estava suspendendo a produção porque não havia recebido nenhum financiamento estatal desde setembro.

A força maior foi declarada pela NOC em 19 de abril.

A NOC disse que o governo deveria direcionar 225 milhões de dólares a ela como parte do acordo para encerrar a força maior declarada para as exportações via Hariga.

A produção de petróleo da Líbia, que é membro da Opep, caiu em 300 mil barris por dia (bpd), para 1 milhão de bpd, devido às disputas orçamentárias, disse a NOC na semana passada.

A produção de 1,3 milhão de bpd era uma máxima de oito anos para o país, que produzia cerca de 1,6 milhão de bpd antes de uma guerra civil que eclodiu há uma década.

A Líbia, assim como Irã e Venezuela, está isenta de cortes de oferta liderados pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados, uma aliança conhecida como Opep+.

(Por Angus McDowall e Ahmad Ghaddar)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3P18K-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.