Economia

Operador de dutos de combustíveis dos EUA busca se recuperar de ataque cibernético

Reuters
Reuters

9 de maio de 2021 - 13:39 - Atualizado em 9 de maio de 2021 - 13:40

(Reuters) – A principal operadora de dutos de combustíveis dos EUA, Colonial Pipeline, trabalhou neste domingo para se recuperar de um ataque cibernético de ransomware que a forçou a paralisar operações na sexta-feira e gerou preocupações de um aumento nos preços da gasolina no varejo.

A Colonial disse no sábado que estava “continuando a monitorar o impacto dessa paralisação temporária do serviço” e a trabalhar para restaurar o serviço. Não deu uma estimativa para uma data de reinício e declinou fazer comentários adicionais neste domingo.

O incidente é uma das operações de resgate digital mais perturbadoras já relatadas e levou a pedidos de legisladores americanos para reforçar as proteções para a infraestrutura de energia dos EUA contra hackers.

A colonial movimenta 2,5 milhões de barris por dia de gasolina e outros combustíveis de refinarias da Costa do Golfo para consumidores no meio do Atlântico e sudeste dos Estados Unidos.

Sua rede de 8.850 km atende os principais aeroportos dos EUA, incluindo o Aeroporto Hartsfield Jackson de Atlanta, o mais movimentado do mundo em tráfego de passageiros.

Especialistas em combustível de varejo, incluindo a American Automobile Association, disseram que uma interrupção de vários dias poderia ter impactos significativos no fornecimento de combustível regional, particularmente no sudeste dos EUA.

Enquanto a investigação do governo dos EUA está nos estágios iniciais, um ex-funcionário dos EUA e duas fontes da indústria disseram que os hackers são provavelmente um grupo cibercriminoso profissional e que um grupo apelidado de “DarkSide” estava entre os possíveis suspeitos.

(Por Richard Valdmanis)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.