Economia

Opep vê a demanda de petróleo mundial atingir níveis pré-pandêmicos em 2022

Reuters
Reuters
Opep vê a demanda de petróleo mundial atingir níveis pré-pandêmicos em 2022
Sede da Opep, em Viena, Áustria

15 de julho de 2021 - 14:48 - Atualizado em 15 de julho de 2021 - 14:50

Por Alex Lawler

LONDRES (Reuters) – A Opep previu nesta quinta-feira que a demanda de petróleo no mundo iria aumentar em 2022 para atingir níveis similares aos anteriores da pandemia, impulsionada pelo crescimento nos Estados Unidos, China e Índia.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo afirmou no seu relatório mensal que a demanda no ano que vem iria aumentar 3,4%, para 99,86 milhões de barris por dia (bpd) e estaria em média de mais de 100 milhões de bpd na segunda metade de 2022.

“Há expectativas sólidas para o crescimento mundial da economia em 2022”, afirmou a Opep. “Isso inclui maior contenção de Covid-19, particularmente em países emergentes e em desenvolvimento, que devem estimular a demanda de petróleo para atingir níveis pré-pandêmicos em 2022”.

O relatório reflete a confiança da Opep de que a demanda irá se recuperar bruscamente da pandemia, permitindo o grupo e seus aliados a flexibilizar mais ainda as reduções recordes de oferta feitas em 2020. Alguns analistas afirmaram que a demanda mundial de petróleo pode ter atingido seu pico em 2019.

No relatório, a Opep também manteve a sua previsão de que a demanda irá crescer 5,95 milhões bpd, ou 6,6%, em 2021.

A Opep previu ainda que a demanda de petróleo de China e Índia iria superar os níveis pré-pandêmicos no ano que vem. Além disso, o grupo afirmou que os EUA faria a maior contribuição para o crescimento da demanda em 2022, apesar de que o uso de petróleo pelos Estados Unidos continuaria abaixo dos patamares de 2019.

(Reportagem de Alex Lawler)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6E11B-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.