Economia

New Fortress obtém licença para instalar terminal de GNL em Santa Catarina

Reuters
Reuters
New Fortress obtém licença para instalar terminal de GNL em Santa Catarina
Navio transportador de GNL visto durante rota pelo mar

31 de maio de 2021 - 11:59 - Atualizado em 31 de maio de 2021 - 12:00

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A New Fortress Energy (NFE) obteve licença de instalação do órgão ambiental de Santa Catarina para seu projeto de um terminal de gás natural liquefeito (GNL) que promete ser um ponto crítico de suprimento de energia alternativa para a região Sul do Brasil, informou a companhia no fim de semana.

O terminal será construído a 300 metros da costa, no município de São Francisco do Sul, e escoará o gás por um gasoduto submarino que corre sob a Baía da Babitonga até sua margem norte, na cidade de Itapoá.

O empreendimento contará ainda com um navio atracado permanentemente denominado Unidade Flutuante de Armazenamento e Regaseificação, conhecida como FSRU, que pode fornecer até 15 milhões de metros cúbicos por dia de gás.

A rota do gasoduto para fornecimento de gás seguirá por um gasoduto enterrado até Garuva, (Ramal Babitonga), que conectará a Instalação de Regaseificação de Babitonga ao Gasoduto Bolívia-Brasil (Gasbol), disse a empresa.

Em terra, o duto ocupará a faixa compartilhada pelo gasoduto OSPAR, que liga São Francisco do Sul a Araucária, dispensando nova intervenção territorial (supressão vegetal ou desapropriação).

(Por Marta Nogueira)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH4U0KJ-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.