Economia

Negociação de ações da Hygo é suspensa após citação de CEO em investigação no Brasil

Reuters
Reuters
Negociação de ações da Hygo é suspensa após citação de CEO em investigação no Brasil
Plataforma da Seadrill

25 de setembro de 2020 - 17:39 - Atualizado em 25 de setembro de 2020 - 17:40

Por Sabrina Valle e Jonathan Saul e Gram Slattery

RIO DE JANEIRO/LONDRES (Reuters) – O início das negociações de ações da Hygo Energy foi suspenso na quinta-feira, horas depois de o presidente-executivo da operadora de transporte e infraestrutura de gás natural liquefeito ter sido citado em uma investigação de corrupção no Brasil.

A Hygo é chefiada por Eduardo Antonello, ex-executivo da companhia de exploração de petróleo “offshore” Seadrill, acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de recebimento de propina, segundo documentos judiciais de uma nova fase da operação Lava Jato, a operação “Boeman”.

Um representante de Antonello, que hoje vive em Londres, disse que os mandados contra ele foram cumpridos com base em “alegações de delatores, não traduzindo a realidade dos fatos”, segundo comunicado enviado à Reuters.

“É preciso que haja mais cuidado por parte das autoridades na condução de operações como a Boeman, assegurando maior sigilo e aprofundamento nas investigações antes de serem deflagradas, visto que estas têm como reflexo a destruição da reputação dos indivíduos e empresas atingidos”, afirmou a defesa do executivo.

A Hygo –uma joint venture entre a Golar LNG e a empresa norte-americana de private equity Stonepeak Infrastructure Partners–, cujas ações começariam a ser negociadas em Nova York, não confirma nem nega o cancelamento da oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês), disse a assessoria de imprensa da companhia por e-mail. A Stonepeak não respondeu de imediato a um pedido por comentários.

A Golar disse que as acusações contra Antonello “envolvem conduta anterior e não implicam, de forma alguma, seu trabalho na Hygo”.

“No entanto, com muita cautela, a Hygo iniciou uma revisão para buscar a confirmação de que não houve qualquer desvio de sua cultura de conformidade em relação ao trabalho do sr. Antonello para a Hygo”, acrescentou a empresa em comunicado.

A precificação das ações da Hygo deveria ocorrer na quinta-feira, mas a Bolsa de Valores de Nova York disse que a operação foi suspensa, sem indicar os motivos.

As ações da Golar chegaram a recuar mais de 25%, para 7,25 dólares, durante a sessão da bolsa nova-iorquina.

A Hygo anunciou em setembro planos de levantar 485 milhões de dólares em um IPO, com faixa indicativa de 18 dólares a 21 dólares por ação, segundo comunicado ao mercado.

Como parte da nova fase da operação Lava Jato, investigação que em seis anos resultou nas prisões de dois ex-presidentes do Brasil e de centenas de executivos e políticos, as polícias brasileira e holandesa conduziram dezenas de mandados de busca na quarta-feira.

Segundo o MPF, a nova fase envolve a Seadrill em uma investigação sobre três contratos celebrados em 2011 entre a malaia Sapura Energy Berhad e a Petrobras, que totalizam 2,7 bilhões de dólares.

A Sapura, joint venture entre Seadrill e Sapura Energy, nega veementemente o envolvimento em qualquer forma de propina ou corrupção em suas operações no Brasil e em qualquer lugar do mundo, disse a companhia em comunicado na quinta-feira.

A investigação está nos estágios iniciais e foi divulgada pelos procuradores brasileiros na quarta-feira. Ninguém foi acusado formalmente.

Antonello trabalhava na Seadrill à época, tendo sido responsável por estabelecer as operações brasileiras da empresa. Documentos judiciais mostram que seu telefone foi grampeado pela polícia, que também monitorou seu e-mail.

A Seadrill confirmou que sua subsidiária Seadrill Serviços de Petróleo foi alvo de um mandado de busca e apreensão cumprido pela Polícia Federal do Rio de Janeiro na quarta-feira. A empresa disse que está cooperando integralmente com as investigações em andamento.

As ações da Seadrill, negociadas em Oslo, fecharam em queda de 6,5% na quinta-feira.

Os contratos entre Sapura e Petrobras, para construção e afretamento de três navios do tipo PLSV, ainda estão em vigor, segundo o MPF.

(Reportagem de Sabrina Valle e Gram Slattery, no Rio de Janeiro, e Jonathan Saul, em Londres; reportagem adicional de Niket Nishant e Luciano Costa)

tagreuters.com2020binary_LYNXNPEG8N216-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.