Economia

Natura&Co amplia receitas e reduz prejuízo no 1º tri

Reuters
Reuters
Natura&Co amplia receitas e reduz prejuízo no 1º tri
The logo of Natura is picture at the company headquarters in Sao Paulo

12 de maio de 2021 - 19:45 - Atualizado em 12 de maio de 2021 - 19:50

SÃO PAULO (Reuters) -A fabricante de cosméticos Natura&Co reduziu fortemente seu prejuízo no primeiro trimestre, apoiada em forte crescimento das vendas, mesmo com restrições de contato social na esteira do recrudescimento da pandemia da Covid-19.

A companhia, dona da marcas The Body Shop e Avon, anunciou nesta quarta-feira que teve prejuízo líquido de 156,6 milhões de reais no primeiro trimestre, ante resultado também negativo de 824,9 milhões de reais na mesma etapa de 2020.

O resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda) somou 829 milhões de reais entre janeiro e março, alta de 470,7% ano a ano. Em termos ajustados, o Ebitda foi de 963,2 milhões, com margem de 10,2%.

Esse resultado veio apoiado numa receita líquida consolidada que atingiu 9,5 bilhões de reais, aumento de 25,8%, com impulso das operações no Brasil e em países de língua espanhola.

A última linha do resultado também foi positivamente afetada por menor despesa de imposto de renda, impacto parcialmente compensado por maiores despesas financeira e com depreciação.

Apesar de ter tido lojas fechadas em várias partes do mundo no primeiro trimestre – apenas 68% das lojas The Body Shop próprias estavam abertas em março – a companhia conseguiu compensar isso com um forte aumento das vendas pela internet.

As vendas habilitadas digitalmente atingiram 48% da receita total, contra 33% no primeiro trimestre de 2020.

A Natura&Co elevou a projeção de sinergias anuais recorrentes resultantes da integração com a Avon em 50 milhões de dólares, para entre 350 milhões e 450 milhões de dólares, impulsionadas por sinergias de custos fora da América Latina em manufatura e distribuição, a serem alcançadas até 2024.

(Por Aluisio Alves; edição de Paula Arend Laier e Maria Pia Palermo)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4B1LD-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.