Economia

Morgan Stanley mantém ‘overweight’ para ações de commodities na América Latina

Reuters
Reuters
Morgan Stanley mantém ‘overweight’ para ações de commodities na América Latina
Visão da mina da Vale em Carajás

31 de março de 2021 - 14:18 - Atualizado em 31 de março de 2021 - 14:20

SÃO PAULO (Reuters) – Estrategistas e analistas do Morgan Stanley reiteraram, por enquanto, a recomendação “overweight” para ações de empresas de commodities em seus portfólios modelo para Brasil e América Latina, de acordo com relatório nesta quarta-feira.

Eles citam entre os argumentos para tal visão –de que as ações podem ter desempenho melhor– a expectativa de aceleração do crescimento global no segundo trimestre, enquanto o cenário econômico na América Latina continua a sofrer com a Covid-19 e o arrastado processo de vacinação.

Além disso, buscam proteger seus portfólios contra riscos fiscais, citando o fato de que essas companhias têm receitas em moeda forte.

“Esperamos que a economia global acelere no segundo trimestre, enquanto os governos regionais continuam a discutir a possibilidade de estímulo fiscal adicional para ajudar as economias locais atingidas pela Covid-19”, afirmaram.

Entre os papéis do setor, eles destacam como favoritas as ações das brasileiras Vale, CSN Mineração,, Gerdau e Klabin e da chilena CMPC.

(Por Paula Arend Laier)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2U1H6-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.