Economia

Índice europeu de ações fecha em queda, mas mercado alemão sobe com alívio sobre eleições

Reuters
Reuters
Índice europeu de ações fecha em queda, mas mercado alemão sobe com alívio sobre eleições
Gráfico do índice DAX na bolsa de valores de Frankfurt, Alemanha, 27 de setembro de 2021. REUTERS/Staff

27 de setembro de 2021 - 13:32 - Atualizado em 27 de setembro de 2021 - 13:35

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) – O índice europeu STOXX 600 fechou em baixa nesta segunda-feira, com perdas em ações de tecnologia ofuscando ganhos em papéis de bancos e energia, enquanto o mercado alemão alcançou máximas em dez dias, uma vez que o resultado das eleições federais reduziu chances de uma coalizão de esquerda formar um governo.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,12%, a 1.785 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,19%, a 462 pontos.

O índice alemão DAX (+0,3%) liderou os ganhos entre os índices regionais.

O Partido Social-Democrata, de centro esquerda, da Alemanha deve começar a tentar formar um governo depois de vencer por pouco sua primeira eleição nacional desde 2005, dizendo que buscaria formar uma coalizão com os Verdes e o Partido Liberal Democrático até o Natal de forma a derrotar os conservadores de Angela Merkel.

Investidores ficaram aliviados com o fato de o partido de extrema esquerda Linke ter ficado abaixo do limite de 5% necessário para entrar no Parlamento.

Dentro dos setores do STOXX 600, o índice de petróleo e gás avançou 2,8%, tocando uma máxima em três meses, enquanto os bancos também ganharam 2,8%.

As gigantes petrolíferas TotalEnergies, Royal Dutch Shell e BP subiram entre 3,4% e 4,8%, proporcionando o maior impulso para o STOXX 600.

“As preocupações com a possibilidade de que as ações de tecnologia tenham sido infladas pela ampla liquidez trazem uma mudança potencial em direção ao setor pró-cíclico, que frequentemente avança à medida que os rendimentos (dos títulos) sobem”, disse Joshua Mahony, analista sênior de mercado da plataforma de operações IG.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,17%, a 7.063,40 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,27%, a 15.573,88 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,19%, a 6.650,91 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,63%, a 26.132,24 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,46%, a 9.002,90 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,48%, a 5.450,08 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH8Q0VF-BASEIMAGE