Economia

Índice de blue-chips da China recua de máxima recorde com preocupação de aperto monetário

Reuters
Reuters
Índice de blue-chips da China recua de máxima recorde com preocupação de aperto  monetário
Painel eletrônico com informações acionárias em Xangai

18 de fevereiro de 2021 - 07:38 - Atualizado em 18 de fevereiro de 2021 - 07:40

XANGAI (Reuters) – O índice de blue-chips da China fechou em baixa nesta quinta-feira depois de alcançar máxima recorde, no primeiro dia de negociações após o feriado do Ano Novo Lunar, devido a preocupações com o aperto da política monetária e fortes valorizações.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, chegou a subir 2,1%, para a máxima recorde de 5.930,9, antes de fechar em baixa de 0,68%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,55%.

O índice de start-ups ChiNext caiu 2,7%, enquanto o STAR50 recuou 0,5%.

Entre os setores do CSI300, o de consumo e o de saúde tiveram as maiores perdas, caindo 3,8% e 4,3%, respectivamente.

Analistas e operadores disseram que o foco do mercado agora está nas condições de liquidez, o que pode impactar o apetite por risco.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,19%, a 30.236 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,58%, a 30.595 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,55%, a 3.675 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,68%, a 5.768 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,50%, a 3.086 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,38%, a 16.424 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,40%, a 2.908 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,01%, a 6.885 pontos.

(Reportagem de Luoyan Liu e Brenda Goh)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1H0N8-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.