Economia

Índice acionário europeu tem série mais longa de altas semanais desde novembro de 2019

Reuters
Reuters
Índice acionário europeu tem série mais longa de altas semanais desde novembro de  2019
Bolsa de Londres

9 de abril de 2021 - 14:12 - Atualizado em 9 de abril de 2021 - 14:15

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) – Os índices acionários europeus mostraram fraqueza nesta sexta-feira, mas registraram a mais longa série de ganhos semanais desde novembro de 2019 diante de esperanças de recuperação no crescimento econômico, o que compensou as dúvidas sobre o programa de vacinação contra a Covid-19 na zona do euro.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,08%, a 1.683 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,08%, a 437 pontos, depois de atingir na abertura máxima recorde.

O sentimento global era sustentado pela promessa do Federal Reserve de manter a política monetária ultrafrouxa mesmo com dados mostrando que a atividade dos Estados Unidos está ganhando força.

As ações de Londres se destacaram esta semana, com o índice de mid-caps focado internamente chegando a máxima recorde conforme o Reino Unido passa a sair de um rigoroso lockdown de inverno.

Os investidores vão passar a focar na próxima semana a temporada de resultados dos Estados Unidos, com expectativa de que os lucros das empresas do S&P 500 saltem 25% no primeiro trimestre, de acordo com estimativa da Refinitiv IBES.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,38%, a 6.915 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,21%, a 15.234 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,06%, a 6.169 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,60%, a 24.429 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,83%, a 8.565 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,25%, a 5.017 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH38168-BASEIMAGE