Economia

Indicador antecedente de emprego do Brasil indica em maio continuidade da recuperação, diz FGV

Reuters
Reuters
Indicador antecedente de emprego do Brasil indica em maio continuidade da recuperação, diz FGV
Homens observam anúncios de emprego em rua no centro de São Paulo

11 de junho de 2021 - 08:11 - Atualizado em 11 de junho de 2021 - 08:15

SÃO PAULO (Reuters) – O Indicador Antecedente de Emprego no Brasil apontou continuidade da retomada no mercado de trabalho em maio, embora a Fundação Getulio Vargas (FGV) tenha alertado nesta sexta-feira para riscos a esse movimento.

O IAEmp, que antecipa os rumos do mercado de trabalho no Brasil, teve alta de 4,7 pontos em maio e chegou a 83,4 pontos.

“A melhora nas expectativas para o mercado de trabalho tem sido influenciada pela flexibilização das medidas restritivas e do avanço do programa de vacinação”, explicou o economista da FGV Ibre Rodolpho Tobler em nota.

“O cenário para os próximos meses parece ser de continuidade dessa retomada, mas ainda de maneira gradual e com alguns riscos, em especial, o de novas ondas da pandemia”, alertou ele.

Os dados mostram ainda que, dos sete componentes do IAEmp, seis deram contribuição positiva para o resultado do mês. A principal veio do indicador de Situação Atual dos Serviços, de 2,2 pontos, ou 47%, para a alta do indicador agregado.

No mês de maio, apenas o indicador de Tendência de Negócios da Indústria contribuiu de forma negativa para o resultado.

(Por Camila Moreira)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5A0KM-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.