Economia

Indicada de Biden para representante de comércio defende uso de tarifas e promete foco em execução

Reuters
Reuters
Indicada de Biden para representante de comércio defende uso de tarifas e promete foco em execução
Katherine Tai, indicada do presidente Joe Biden para representante comercial dos Estados Unidos

25 de fevereiro de 2021 - 14:23 - Atualizado em 25 de fevereiro de 2021 - 14:25

Por David Lawder e Andrea Shalal

WASHINGTON (Reuters) – Katherine Tai, indicada do presidente Joe Biden para representante comercial dos Estados Unidos, defendeu nesta quinta-feira o uso de tarifas como uma ‘ferramenta legítima’ da política comercial e pediu a aplicação rigorosa de acordos comerciais existentes, incluindo com a China.

Tai apresentou seus planos em uma audiência de confirmação perante o Comitê de Finanças do Senado, ressaltando seu compromisso com uma política comercial centrada no trabalhador que trate os norte-americanos como “trabalhadores e assalariados, e não apenas consumidores.”

Tai, que serviu por sete anos como assessora comercial democrata para o Comitê de Meios e Maneiras da Câmara dos Deputados dos EUA, prometeu manter uma “parceria saudável” com o Congresso e disse que trabalhará para reconstruir os laços tensos com os aliados dos EUA.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1O1BZ-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.