Economia

Ibovespa tem alta discreta com Petrobras e NY após semana de ajustes

Reuters
Reuters
Ibovespa tem alta discreta com Petrobras e NY após semana de ajustes
Bolsa de valores de São Paulo

21 de junho de 2021 - 16:53 - Atualizado em 21 de junho de 2021 - 16:55

SÃO PAULO (Reuters) – O Ibovespa mostrava um acréscimo discreto no final da manhã desta segunda-feira, após mais uma semana de ajustes, encontrando suporte na alta das ações da Petrobras, bem como no sinal positivo em Wall Street.

Às 11:18, o Ibovespa subia 0,21 %, a 128.669,74 pontos. O volume financeiro somava 6,5 bilhões de reais.

O Ibovespa acumulou sua segunda semana consecutiva de perda na última sexta-feira, após renovar máximas mais cedo no mês, com sinalizações recentes de política monetária pelo Federal Reserve servindo como argumento para a correção.

Nos Estados Unidos, as bolsas em Nova York mostravam recuperação após comentários “hawkish” do Federal Reserve recentemente desencadearem a maior queda semanal em meses do Dow Jones e do S&P 500.

“O Ibovespa apresenta possível formação de topo no seu gráfico diário, que seria confirmada com a perda do apoio aos 128.500 pontos”, afirmou a Ágora Investimentos, em relatório a clientes.

Neste caso, segundo a análise gráfica da corretora, o índice encontraria próximo suporte na região dos 125.300 pontos. Do lado superior, eles avaliam que o Ibovespa precisaria superar os 131.200 pontos para retomar o viés positivo no curto prazo.

DESTAQUES

– PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiam 1,8% e 1,6%, respectivamente, com alta dos preços do petróleo no exterior. O BofA Global Research elevou suas estimativas para o Brent em 2021 e 2022, afirmando que as relações mais apertadas de oferta e demanda em 2022 podem empurrar a commodity brevemente a 100 dólares por barril.

– CEMIG PN recuava 2,3%. Na sexta-feira, a companhia divulgou que se encontra em tramitação na Assembleia Legislativa de Minas Gerais processo para a efetiva instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), bem como reforçou que suas decisões de gestão se pautam nas melhores práticas de governança corporativa e compliance.

– ELETROBRAS ON mostrava acréscimo de 0,4%, com as atenções voltadas para nova avaliação da MP que abre caminho para a privatização da elétrica na Câmara dos Deputados, esperada para essa segunda-feira.

– GPA ON valorizava-se 4,7%, capitaneando as altas. No final de semana, o colunista Lauro Jardim, de O Globo, publicou em seu blog que Michael Klein começou a montar uma posição acionário no GPA. Ainda de acordo com a nota, Klein, acionista Via Varejo, tem interesse em comprar o GPA caso o Casino decida vender sua posição.

– VALE ON avançava 0,3%, em sessão sem sinal único no setor de mineração e siderurgia. Os futuros do minério de ferro negociados na Ásia recuaram nesta segunda-feira, após autoridades da China iniciarem investigação sobre o mercado “spot” da commodity.

– ITAÚ UNIBANCO PN tinha variação positiva de 0,65% e BRADESCO PN subia 0,25%. Agentes financeiros estão na expectativa de votação da MP que aumenta o Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) para bancos no Senado nesta semana.

(Por Paula Arend Laier)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5K16G-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.